Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

27
Fev 07

A Câmara Municipal das Lajes aprovou o projecto do novo Hotel a construir pela Agro Areeiros na Silveira, em terreno onde funcionou o viteleiro daquela empresa continental.

A futura unidade hoteleira de quatro estrelas, terá 199 camas e a sua construção é aguarda com grande espectativa, dadas as valências e dimensão daquele complexo turístico.

Saudamos o dinamismo e o interesse da AGRO AREEIROS pelas Lajes e desejamos, vivamente, que outras empresas nacionais e estrangeiras, sigam o exemplo daqueles investidores, cujo empreendedorismo é sempre de realçar.

ver imagem: http://lajes.blogspot.com

 Novo post com imagens - http://lepratecoma.blogspot.com

 

publicado por sim às 11:55

26
Fev 07

Abre hoje ao público, no Largo Edmundo M.Avila, nas lojas da antiga Casa do Coração, o serviço de Registo Predial e de Notariado, cuja repartição estava instalada há cerca de 50 anos no piso superior do Convento de São Francisco.

É um espaço amplo, bem localizado, no centro da Vila.

Oxalá os funcionários correspondam com mais eficiência ainda às solicitações dos utentes, que são, ao fim e ao cabo, a razão de ser dos postos de trabalho ali existentes.

publicado por sim às 11:22

22
Fev 07

O Estado possui nas Lajes alguns edifícios que, presentemente, estão a degradar-se porque desaproveitados e fechados. Dois deles destacam-se do casario lajense, pela sua traça arquitectónica. Urge, por isso, dar-lhes melhor destino, instalando lá outras repartições públicas. Refiro-me à antiga Delegação Marítima e à antiga delegação da Guarda Fiscal e Alfândega, hoje GNR.  A GNR tal como a PSP, pertencem ao Ministério da Administração Interna, mas a polícia está instalada no Convento de São Francisco, em precárias instalações e reduzidos espaços pelo que ficaria ali muito melhor e mais perto da população, após as convenientes adatações. A construção de um novo edifício poderá levar muito tempo e é dinheiro desperdiçado quando há instalações alternativas. Compete ao Governo Regional e aos deputados eleitos, apresentar estas propostas, que dignificarão a gestão do património do Estado na Região. O mesmo se diga, relativamente à Delegação Marítima, cujo edifício está a degradar-se a olhos vistos. Como ao lado, estão instalados num antigo barracão serviços da SRAF (agricultura e florestas) e da SRHE (habitação e equipamentos), melhor seria concentrá-los no edifício da Delegação Marítima, após as necessárias obras de adaptação.

E não venha a Delegação marítima de São Roque ou a GNR dizerem que usam os edifícios, quando toda a gente sabe que estão fechados, a degradadar-se e não aproveitam aos contribuintes.

Aqui ficam duas sugestões que em muito dignificarão as funções dos serviços do Estado e da Região. Para os cidadãos, não há duas entidades distintas, mas complementares, pelo que não deve haver vários proprietários, quando os nossos impostos vão para o mesmo saco.

Ver imagens em: http://lajes.blogspot.com

 

publicado por sim às 12:36

18
Fev 07

Aí está o Carnaval ou o Entrudo.

Bailes e grupos de fantasias vão andar a dançar por salões da nossa ilha.

Ontem como hoje, sempre a mesma alegria, embora com manifestações diferentes.

Muita alegria e confraternização. Folguedos e muitos passos de dança.

ver imagens antigas em: http://lajes.blogspot.com

 

publicado por sim às 01:08

14
Fev 07

Está prestes a entrar en funcionamento o novo Matadouro Industrial do Pico, inaugurado em Setembro passado. É uma infraestrutura fundamental para a Ilha, pois permite o abate diário de 30-40 bovinos e 120-150 suinos.

A agro-pecuária do Pico, vocacionada para o gado de carne, está, assim, apetrechada para produzir em escala e dentro dos parâmetros que a ecologia impõe, um producto de qualidade, cujas mais-valias são evidentes. Por outro lado, o abate de bovinos, imporá novos processos de exportação da carne em frio ou no vácuo, com a chancela de qualidade, fruto de uma alimentação saudável em pastagem. A partir daqui, deverá pensar-se no aproveitamento industrial da nossa carne. Compete aos empresários locais e associações representativas da classe, em parceria com o governo e outros industriais do ramo, encontrar novos áreas de negócios que contribuam para o crescimento económico desta Ilha.

Só espero que a lei da oferta e da procura e os interesses dos compradores de gado vivo não falem mais alto junto dos produtores. Se assim fôr, para que serve o Matadouro Industrial do Pico?

ver imagem em: http://lajes.blogspot.com

publicado por sim às 19:59

11
Fev 07

As Lajes sempre foram local de atracção e diversão nesta época do ano.

Aí estão os bailes e assaltos de Carnaval, a folia, camaradagem e alegria. Máscaras, muitas caras diferentes do dia-a-dia, adornadas com disfarces. Apesar de tudo, lá vamos, cantando e rindo...porque o Carnaval são dois dias e este já vai na conta...

publicado por sim às 00:22

04
Fev 07

A Presidente da Câmara anunciou, na Página Autárquica de 01-02-2007, ter recebido "a semana passada as conclusões preliminares de um importante estudo encomendado pela Associação dos Municípios do Triângulo e pela ADELIAÇOR à empresa DELLOITE para definição de uma estratégia concertada para a promoção turística (...).A par da nossa própria estratégia concelhia" (o sublinhado é nosso).

Esperava-se que o município das Lajes, -  sem dúvida o que maior número de visitantes atrai à Ilha (veja-se o número de visitantes do Museu dos Baleeiros e do whale watching), - se apressasse a divulgar ,na página autárquica de O DEVER, o referido estudo em vez de preencher 1/3 da página com cartazes de filmes e tivesse idêntico cuidado em colocar as conclusões, embora preliminares, na internet, no sítio do Município. Era o mínimo que se exigia da autarquia. Mas não. Foi o Jornal do Pico quem publicou, e muito bem!, as conclusões.

Agora pergunta-se:

1.-Qual é a estratégia do concelho para o Turismo? que metas estão traçadas e que objectivos e quando se propõe atingi-los.

2.-Como refere o estudo da DELLOITE a actividade turística  está numa fase embrionária, os serviços não têm qualidade e os acessos são inexistentes e caros. Que pretende a Câmara, com os privados, fazer?

3.-Dado não existir capacidade hoteleira suficiente, passa pela "própria estratégia concelhia" promover e incentivar iniciativas conjuntas com o empresariado para investir neste sector? 

4.- Quando pensa a Câmara discutir o citado estudo com todas as forças vivas do concelho e os eleitores em geral? Ou será que este é um assunto para analisar apenas no segredo do gabinete, sem auscultar a opinião dos cidadãos e de interessá-los na mudança?

   Já é tempo de envolver todos no processo de desenvolvimento. Esta é a regra de ouro da participação cívica e da economia.

com imagem em: http://lajes.blogspot.com

 

 

publicado por sim às 21:50

01
Fev 07

A confirmar-se a vinda do segundo ferry ( ver imagem em: http://lajes.blogspot.com) que com o Ilha Azul fará as ligações inter-ilhas entre Maio e Outubro, urge que o sul do Pico não fique fora da rota. As Lajes centram-se na mais importante zona de observação de cetáceos e, tal como aconteceu há uns anos com o navio Endeavour, merecem entrar nas rotas, ao menos uma vez por outra, das viagens dos ferries.

Por outro lado, urge que o porto da Vila seja repensado pelo Governo para que seja dotado de condições de aportabilidade e segurança maiores. Compete aos responsáveis politicos fazerem eco destas sensatas reivindicações.

publicado por sim às 14:56

Já há quem diga que o Express Santorini, (ver imagem em http://lajes.blogspot.com ) é o segundo ferry. O primeiro será o Ilha Azul, que já conhecemos, testámos e verificámos ter boas condições de navigabilidade e de conforto para os passageiros.

É altura de reivindicarmos também uma viagem, uma vez ou outra, pelo sul da Ilha do Pico como já o fez o navio Endeavour. O porto das Lajes, dado o movimento de observação de cetáceos, merece um olhar dos responsáveis, no sentido de proporcionar melhores condições de aportabilidade que transmitam ainda maior segurança aos seus utilizadores. Na sequência da construção da cortina da Vila, há que pensar, cada vez mais, nesta alternativa. 

publicado por sim às 14:05

Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17

19
20
21
23
24

25
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
eXTReMe Tracker
pesquisar
 
blogs SAPO