Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

27
Mar 10

CONVITE:

 

"O Conselho Executivo da Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico, convida a participar na Apresentação pública da "Expedição à Antarctida2009", 2º feira, dia 29 de Março de 2009, pelas 20h30 ,na Filarmónica Liberdade Lajense, pelos ex- alunos Viviana Oliveira e Pedro Meneses."

 

Vamos lá aprender o que foi a experiência dos dois lajenses que levaram as bandeiras nacional e regional ao Polo Sul.

Um feito que vale a pena divulgar.

É o que estamos a fazer aqui, com todo o gosto.

publicado por sim às 21:16

23
Mar 10

Após alguns dias de chuva, o dia amanheceu primaveril.

No ar já paira o cheiro a folar e as amendoas que outrora só se trincava quando se ganhava o belamente, andam nos bolsos dos mais gulosos, antecipando a festa e trazendo doçura à vida.

Consola-nos a esperança de dias mais claros e secos, para que a terra possa receber as sementeiras.

A Páscoa traz-nos a passagem para um período de maior movimento na Vila.

Daqui a pouco chegam estrangeiros para a observação de cetáceos e recomeça novamente a animação na Vila Baleeira dos Açores

 

 

 

publicado por sim às 11:38

20
Mar 10

A primavera começa esta tarde!

Benvinda, Primavera! Toda a natureza, incluindo os humanos, aguardam-te ansiosamente porque o Inverno foi rigoroso.

Os campos estão afogados em água, as sementes tardam em germinar e algumas sementeiras de Janeiro nem chegaram a medrar.

A partir de hoje, a natureza está com o cio, abre-se às sementes, germina-as e nasce Vida nova!

A tonalidade da luz afirma-se e dispersa a sua policromia no ambiente, nos campos, nos edifícios, nas gentes...é uma nova força que gera um dinamismo próprio da criação e das criaturas.

O Pico, esta Ilha que Raúl Brandão visitou em 1924 e cujas memórias sabe bem ler em Ilhas Desconhecidas, "o Pico é a mais bela, a mais extraordinária ilha dos Açores, duma beleza que só a ela pertence, duma cor admirável e com um estranho poder de atracção. É mais que uma ilha - é uma estátua erguida até ao céu e moldada pelo fogo - é outro Adamastor como o do cabo das Tormentas. Apago todas as tintas do quadro: só quero o Pico diante de mim...".

A primavera no Pico, marca o ressurgimento da vida, da alegria, da fraternidade, da confraternização - valores que atingem o seu auge nas Festas do Espírito Santo.

Já tenho saudade de sopas e vinho de cheiro, de massa sovada e de queijo!...Venham eles, depressa, porque são as melhores premícias da nossa Terra.

publicado por sim às 14:24

19
Mar 10

Dia do Pai, é dia de Festa da família, porque quem dá a vida - pai e mãe - tem direito ao reconhecimento dos filhos, por tudo quanto fez ou fizeram para bem formar homens e mulheres.

Pai é dar vida, é educar para a vida, é formar personalidades, na honra, na dignidade, no sentido da justiça, no amor pelo próximo, na dedicação à sociedade, no cumprimento do dever que abrange também a participação no desenvolvimento pessoal, familiar e social.

Pai é o amigo que está próximo, ao lado, que sofre quando o filho sofre, que participa e se alegra pelos exitos e chora com os fracassos e os insucessos.

PAI é Homem e não carrasco, PAI é conselheiro e não polícia, PAI é o farol que alumia, porque a sua experiência é virtude nos caminhos por vezes turtuosos da vida, é alento no infortúnio.

Por tudo quanto fizeste por mim, PAI, Obrigado! Muito Obrigado!

O teu exemplo persegue-me e incentiva-me a ser um filho bom.

BOM DIA, PAI! BONS DIAS, SEMPRE!

publicado por sim às 00:07

16
Mar 10

Os Açores foram seleccionados pelo jornal britânico Telegraph como um dos melhores 10 locais do mundo para a observação de baleias e golfinhos.

O jornalista afirma que à volta das nove ilhas se pode observar entre Abril e Setembro, mais de 20 espécies de baleia azul, orcas e vários tipos de golfinhos. No ano passado foi vista uma baleia típica das Ilhas de Faroé.

 

Sabendo que o whale-watching teve nas Lajes a sua actividade pioneira no arquipélago, é de esperar que esta informação num jornal tão prestigiado, possa redundar em benefício para a nossa terra.

Todavia, há que desenvolver uma campanha mais eficaz para que a concorrência de outras ilhas onde este negócio se tem desenvolvido muito, não afecte a observação de cetáceos no santuário de baleias e golfinhos, situado a Sul do Pico.

 

Foto do Espaço Thalassa

publicado por sim às 18:58

15
Mar 10

 

O Grupo Coral das Lajes do Pico, instituição fundada em Agosto de 1983 que muito prestigia a nossa Ilha e a Região, foi considerada de UTILIDADE PÚBLICA pelo Governo Regional dos Açores.

Ao longo de todos estes 26 anos de vida, O Grupo Coral tem feito inúmeras deslocações pela nossa Ilha, pelos Açores, Continente e até ao Estrangeiro. Isto prova a qualidade do seu desempenho que está intimamente ligado à qualidade, dedicação e criatividade do seu maestro Manuel Emílio Porto.

O Grupo Coral das Lajes do Pico, foi pioneiro nos Açores dos Agrupamentod Corais e , desde logo, teve o mérito por todos reconhecido de integrar no seu repertório melodias do folclore açoriano com arranjos muito bem conseguido de Emílio Porto.

Se há instituições culturais que primam pela actividade, esta é, concerteza, um excelente exemplo, pois não espera pelos subsídios públicos para apresentar sempre um repertório novo e não enjeita convites para as suas actuações.

A Música Coral é um meio de divulgação da arte dos sons, a formação vocal e cultural dos seus membros é um propósito que persegue com sucesso há mais de um quarto de século.

Nunca é demais enaltecer esta instituição e os seus membros pelo contributo que dão à valorização e promoção desta terra de que são excelentes embaixadores.

publicado por sim às 17:08

06
Mar 10

A Primavera ainda mal chegou e o frio continua a recordar-nos os dias de verão quente, por vezes abafado, amenizados pelas amenas águas do mar e pelo convívio dos lajenses forasteiros. 

As Lajes estão desejosas desses que partiram mas que guardam o seu coração aqui, durante o ano.

As Lajes estão ansiosas pelos visitantes estrangeiros que animam este velho e pacato burgo.

As Lajes estão ansiosas pelos jovens que anualmente aqui passam uns dias, deleitando-se na limpidez das águas do mar.

As Lajes estão ansiosas pelo convívio, pela animação dos que aqui chegam.

Mas as Lajes estão também ansiosas por saber o que vão os responsáveis fazer para alindar esta Vila, da Poça do Pano na Maré, à Rua Direita onde muitos prédios degradados nos envergonham pelp estado a que chegaram.

A Vila do Museu mais visitado dos Açores, tem de primar pela preservação do seu património arquitectónico e mesmo que não se possa reconstruí-lo de imediato, há tantas formas conhecidas de os dignificar, lavando-lhes a cara ou mantendo-os, dignamente, no seu estado real. Não é vergonha nenhuma.

Um esforço neste sentido se pede aos responsáveis e aos arquitectos e designers, enquando melhores utilizações não se lhes dá ou destino mais útil e adequado.

publicado por sim às 21:38

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
17
18

21
22
24
25
26

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
eXTReMe Tracker
pesquisar
 
blogs SAPO