Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

20
Out 08

As eleições de ontem não deixam margem para dúvidas: o PS venceu em todo o concelho das Lajes do Pico e em todos os concelhos do Pico. (Veja os resultados freguesia a freguesia, compare-os com os últimos actos eleitorais e saiba quem foi eleito para a Assembleia Regional)

 

Curiosamente, ou talvez não, no concelho da Madalena a Vila e a Criação Velha continuam a ser redutos resistentes do PSD.

Estes dados, devem fazer reflectir os políticos e governantes socialistas.

Por um lado, a representatividade partidária e política devem responder às preferências do eleitorado e, por outro, o Governo deve centrar as suas atenções nas localidades que sabem reconhecer a sua acção. Só assim se pode aceitar a vontade popular!

 

Convém que os analistas políticos e os eleitos, olhem, com atenção para o seu eleitorado e entendam a receptividade das suas propostas e projectos.

Aos vencedores cabe corresponder às espectativas dos seus votantes. Aos vencidos, cabe arrepiar caminho e corrigir estratégias e propostas.

A todos, exige-se um trabalho contínuo que apele à participação democrática na gestão dos problemas e na busca das melhores soluções.

 

COMPETE AOS POLÍTICOS, ÀS ESCOLAS, ÀS AUTARQUIAS E A TODAS AS INSTITUIÇÕES SOCIAIS E CULTURAIS, EDUCAR AS PESSOAS NO EXERCÍCIO DA CIDADANIA, DANDO-LHES RESPONSABILIDADES E ESCOLHENDO NOVAS LIDERANÇAS.

 

O CACIQUISMO QUE CAMPEIA POR TODO O LADO, INIBE E ATROFIA A LIBERDADE INDIVIDUAL E COLECTIVA, GERA O COMPADRIO E FAVORECE A CORRUPÇÃO. 

 

A ABSTENÇÃO COMBATE-SE ENVOLVENDO OS CIDADÃOS NA PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E SOCIAL.

publicado por sim às 11:32

Estas eleições dão que pensar.
Afinal o PS recebeu cerca de 23% dos votos dos eleitores açorianos. Muito pouco. Verifica-se que só os socialistas votaram no seu partido.
Deste modo os 77% restantes serão governados por uma minoria que não desejariam.
Julgo que as ilações a tirar serão evidentes e numa futura eleição não fiquem em casa. Pelo menos votem
em branco. Desta forma muito mal vai a nossa democracia. Não embandeirem em arco, mas analizem a situação. Neste andar estamos sujeitos à repetição da história, o que não é desejável.
anonimo a 20 de Outubro de 2008 às 19:23

A abstenção combate-se com medidas que facilitem o voto de quem não está na sua região. Os estudantes que estão no continente tem uma carga de trabalhos se quiserem votar. Pensem nisso.
Quanto ao envolver os cidadãos na politica acho que muitos cidadãos consideram a politica um jogo sujo demais para se envolverem nele...
Fraancisco Costa a 21 de Outubro de 2008 às 10:05

O Grande derrota o sr engº Lopes. Este que queria tirar o tapete à Sara, juntamente com o menino do lixo e afins, deve ver que já não tem espaço de manobra. Deve deixar de impor-se, como o emplastro do canal 1. Já nem na Ribeirinha ganha. Não quer regressar ao seu emprego por isso faz tudo e engole sapos e baleias para se manter no parlamento.
Boca santa a 21 de Outubro de 2008 às 14:00

os deputados eleitos pelo Pico, tanto do PS como do PSD têm vivido agarrados à vida política como lapas!
Estes senhores não têm profissões próprias? Ou são profissionais da política?
Anónimo a 21 de Outubro de 2008 às 17:42

E as coisas que fez para meter na lista quem queria contra a vontade do partido?????

A abstenção combate-se ao dar voz aos eleitores antes das listas partidárias serem apresentadas. E não quando estas são sujeitas à votação como um facto consumado.

Afinal que Democracia é esta!!!!

Quem escolhe os nossos representantes na Assembleia??

Os eleitores começam a ficar fartos de não ter voz activa. E isso reflecte-se na adesão às eleições.
Anónimo a 21 de Outubro de 2008 às 14:14

A abstenção é um fenómeno que urge combater. Com toda a energia. Por muitas razões que nos assistam, não nos podemos esquecer que em Portugal, antes da revolução de Abril, poucos eram aqueles que, livremente, podiam exercer (?) esse direito. É bom ter memória!
Ao ver as imagens televisivas, da sede do Partido Socialista, em Ponta Delgada, nãp poude deixar de recordar um amigo (E camarada de profissão), que, infelizmente, já não faz parte do mundo dos vivos: O Albano Pimentel.
O Albano foi uma figura de vanguarda do PS, numa altura em que ser socialista, nos Açores, não era assim tão fácil... (Como hoje)
E recordando, julgo eu, que não fará mal a ninguém.
artur xavier a 21 de Outubro de 2008 às 19:01

A grande vitória do PS nas Lajes apenas veio confirmar que em 2009, a Câmara pode ser governada pelo PS e por uma mudança clara. Chega de mais do mesmo aqui nas Lajes. É a hora mais que certa para mudar algo nesta terra. Um Governo PS, uma Câmara PS. Com isso as Lajes só podem ganhar. É preciso mesmo nas Lajes uma nova ambição para acabar com os poderes instalados, os chefes e os compadrios todos e a mudança passa por nós, sem eleitores que queiram mudar não há mudança e ela é bem precisa, basta ver aquilo que esta Câmara tem sido capaz de fazer...
José da Ribeira a 21 de Outubro de 2008 às 23:50

E o PS até já tem candidatos! A ordem até pode ser a mesma... Comandante Lizuarte, Palmira Palhaça e Roberto Florentino. Como alternativa há sempre o Simas Santos. Será que sem o César por perto conseguirao vencer?
Palavra aos eleitores...
Pesqueira Lepra a 22 de Outubro de 2008 às 12:53

Mas o Lizuarte não foi já candidato juntamente com o Simas Santos... e tiveram o pior resultado de sempre. Mais de 700 votos de diferença para o PSD de Cláudio Lopes. É que nas autárquicas os votos não são no Carlos César...
E quanto à Palmira, tenham dó!!!!! Se o Paulino não falava, esta Senhora...
Anónimo a 23 de Outubro de 2008 às 18:54

Não se iludam.
Há anos o PS dizia que votassem nele porque o Governo do continente era PSD. Agora quere-se outra musica.
Olha para o exemplo da Camara da Horta. Não é PS?
E o governo não é da mesma cor?
E reparem no que ali se tem feito. Pouco mais do que nada.Enterrou-se dinheiro numa piscina coberta e aquecida que hoje não funciona. Dizem que está fechada para obras.(Boa desculpa). E o teatro faialense? Um sumidouro de dinheiro...
A unica obra válida foi a escola secundária. Já não era sem tempo.
Agora promessas não tem faltado:
- Campo de Golfe ( o Pico poderia ser construido primeiro se houvesse vontade politica). Os donos do terreno, ali dos Flamengos nunca foram contactados apesar de se dizer que vai ser posto a concurso.
E o porto de passageiros? onde se movimentam anualmente 30o mil? o da Horta e o da Madalena, uma vergonha para os nossos dias.
Pois, mas o de S.Miguel é que era prioritário.
e muito mais.
Por tudo isto não tenham ilusões pois a Camara da Horta é da mesma cor e afirma nada conseguir do Sr.César.
Mais palavras para qquê?
anonimo a 1 de Novembro de 2008 às 13:08

Não se fie muito nos Senhores da Horta e naquilo que eles possam dizer... Porque, mal ou bem, lá vão levando a água ao seu moinho!
Para bom entendedor...
Anónimo a 3 de Novembro de 2008 às 19:01

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

eXTReMe Tracker
pesquisar
 
blogs SAPO