Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

21
Fev 09

Nesta quadra, importa recordar a alegria e o dinamismo que se viveu há cinquenta e mais anos atrás.

Nas Lajes, foram afamados os assaltos em casa das Castros. Ao som do piano que interpretava as dansas clássicas e da época, os convidados ou amigos divertiam-se imenso, saboreando bebidas, bolos e doces da quadra, (cuscurões e filhós) admirando os trajes das senhoras e tentando advinhar os mascarados que eram presença assídua.

 

Mais tarde, os salões das Sociedades Filarmónica Liberdade Lajense e Grémio Literário Lajense, engalanavam-se para, nos serões dançantes, acolher jovens e adultos, famílias inteiras que não dispensavam um pé de dança até ser dia.

Os conjuntos musicais eram formados localmente com intérpretes da filarmónica e interpretavam êxitos e modas da época. Todos cantavam, pulavam, numa alegre convivência de que também fazia o saboroso e refrescante "cup".

 

As Lajes eram, então, o único local da ilha, para onde rumavam todos quantos, se queriam divertir. Não se fechava a porta aos forasteiros. Apesar das duas sociedades terem os seus sócios e simpatizantes, e de haver uma maior diferenciação social do que há hoje, havia um convívio saudável.

 

Estas fotos antigas, recordam dezenas e dezenas de nossos cidadãos conhecidos alguns dos quais já partiram e outros que, certamente, não mais esquecerão o que foi o Carnaval e o Entrudo de antigamente.

Como recordar é viver, aqui ficam estes documentos.

publicado por sim às 23:54

Gostava que alguém dissesse ao Filomeno (Baltasar) para ver estas fotos. Ele está em Toronto no Canadá.
Rui Pedro Ávila a 24 de Fevereiro de 2009 às 21:08

Julgo que será pelo facto das pessoas andarem muito ocupadas com as folias próprias do Carnaval, que os comentários, relativos a este texto, não têm aparecido.
Quem do meu tempo e de outras gerações anteriores, reveja estas fotografias, não pode deixar de sentir emoção e uma enorme saudade. Saudade de um tempo que marcou a nossa Terra. Tempo em que as Lajes foi Rainha, no campo cultural e recreativo, na Ilha do Pico!
Com "Os Leões", no Grémio e com "Os Flechas", na Filarmónica (Durante algum tempo existiram os "Mini Flechas"), viveram-se, naquelas Colectividades, momentos altos de muita alegria e são convívio. Pena que a Sociedade Literária e Recreativa Lajense tenha acabado. Uma mágoa enorme por a Filarmónica Liberdade Lajense se limitar - Embora não dispense o meu aplauso a todos quantos puseram de pé a iniciativa - a um Assalto Carnavalesco que, desejo, tenha vindo para ficar, regularmente!
Um abraço e aproveitem bem esta Terça-feira de Carnaval pois, só daqui a uma ano haverá mais...
artur xavier a 24 de Fevereiro de 2009 às 22:41

Não será pedir muito, mas, se possivel, gostaria de saber as datas das fotos .
um abraço
lajense de longe.
Lajense longe a 25 de Fevereiro de 2009 às 13:16

Não sei precisar, mas julgo que na década de 60.
sim a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:33

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20

22
23
24
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

eXTReMe Tracker
pesquisar
 
blogs SAPO