Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

02
Out 09

Está aqui ( http://www.dgaa.pt/pdf/Prazo_medio/Lista_PMP_por_Municipio_2T_2009.pdf ) a péssima classificação nacional do Município das Lajes por não pagar dívidas em atraso. As dívidas duram a pagar 321 dias, quando a média nacional é de 81 dias!

Sobre isto, a Sra Sara nada disse na entrevista de ontem à RTP-A.

Antes revelou sobranceria, arrogância, contradições e inverdades sobre projectos cujos concursos foram anunciados para o final do mandato e não foram lançados.

12º lugar entre mais de 300 municípios portugueses, é obra de incompetentes, maus gestores, gente irresponsável que está a prejudicar empresas e entidades privadas que dão trabalho às gentes desta terra.

Quem não paga, é porque não tem dinheiro e o que tem gasta mal!

Isto significa que a dívida da Câmara, actual e futura vai impedir que o programa eleitoral mais uma vez, não se cumpra!

  ESTA CÂMARA NÃO MERECE SER REELEITA, PELOS MOTIVOS DE TODOS CONHECIDOS: COMPADRIO, INCOMPETÊNCIA, INCUMPRIMENTO DE PROMESSAS, MÁ GESTÃO, CACIQUISMO, FALTA DE SENTIDO DO BEM COMUM E LAIVOS DE MAGALOMANIA, .

 Este é o tempo de mudar. Quem continuar a manter este estado de coisas, torna-se responsável pela letargia e retrocesso do primeiro e mais antigo concelho picoense.

 Quem ama a sua terra, tem de meter a mão na consciência e não pactuar com uma gestão municipal que esbanja dinheiro em áreas de que usufruem muito poucos e não promovem a fixação das pessoas e a criação de postos de trabalho produtivos.

publicado por sim às 10:51

Ainda se fosse só as promessa de obras mas o mais grave é que prometeu a funcionários reclacificações durante mais de um ano e deopois chegou ao dia 30 de Dezembro último não as cumpriu fazendo com que funcionários ficassem a receber menos 150€ por mês mas isto a ela não lhe faz falta porque o marido ganhou e ganha muito dinheiro sem fazer nada, talvez são daqueles que vão votar nela, não se sabe vamos ver no próximo dia 11 que venha depressa.
Anónimo a 2 de Outubro de 2009 às 14:00

e triste
simplesmente triste
depluravel
ela e o bando de abutres ke a rodeiam
anonimo a 2 de Outubro de 2009 às 23:16

"As dívidas duram a pagar 321 dias"... Pior sorte teve a Filarmónica Liberdade Lajense, que "esperou" bem mais do que isso, pelas refeições que serviu em anteriores edições da Semana dos Baleeiros.
Telhados de vidro?! ... Fazer um discurso, no dia da festa da Filarmónica e afirmar, alto e bom som, o quão importante é dar apoio à formação quando nem resposta se dignou dar a um ofício da aniversariante, que, poucos meses antes, solicitava esse mesmo apoio?!
Telhados de vidro?!... Afirmar a inteligência da candidata quando, não há muito tempo, se apregoava (Cobras e lagartos) a "burrice" da senhora e, agora, se propõe um casamento de conveniência?!
Telhados de vidro?! ... Gastar tanta tinta e tanto papel a descrever o que o candidato prometeu e não cumpriu?! ... E o burro sou eu?! Eu é que sou o burro?!... E as nossas promessas?! Cumpriram-se todas, as nossas promessas?!
O Povo, na sua infinita sabedoria, diz que "Pior cego é o que não quer ver" ou, ainda, "Com papas e bolos, se enganam os tolos"...
Acreditamos e admitimos que o candidato da oposição poderá não ser o candidato ideal(?!), mas quem mais se chegou à frente e ou se disponibilizou? Será que o dito e a equipa que se propõe formar, não são dignos de merecer uma oportunidade?
Têm a palavra os eleitores, no próximo dia 11.
Atento e Sabido a 2 de Outubro de 2009 às 23:52

A entrevista na Rádiuo Montanha, se bem que mal conduzida pelo Fernando - a Sara é que parecia a moderadora - provou à saciedade a arrogância e a prepotência da actual Presidente.
O Roberto provou conhecer os dossiers, ter uma visão estratégica para TODO o concelho e não uma visão paroquial embrulhada numa cultura erudita que contenta uns intelectualóides fora da terra.
Roberto Silva deu mostras de ser determinado e de pretender mudar, alterando projectos desenquadrados com a realidade.
A questão é esta: ou o PSD ganha eleições e continua e agrava-se a prepotência, o caciquismo e o clientelismo, aumenta a despesa municipal com investimentos não produtivos, ou o PS ganha e quebra-se um ciclo de paralizia, estagnação e conservadorismo. E mesmo que o PS tenha uma gestão que desagrade os eleitores daqui a quatro anos, a alternância democrática encontrará novas caras no PSD, para romper com o reinado da Sara e do seu Chefe.mor, que foi o pior que nos poderia ter acontecido, pois as mil-ideias que diz ter para o concelho estão eivadas de megalomania, a começar pelo Provedor para a Qualidade de Vida. Só isto seria suficiente para aquilatar a bondade das propostas dos laranjas.
sim a 3 de Outubro de 2009 às 23:41

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

eXTReMe Tracker
pesquisar
 
blogs SAPO