Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

02
Abr 10

Já foram iniciadas as obras de construção da via de acesso entre o muro do Caneiro e a muralha de defesa da Vila das Lajes.

Uma máquina no local procede

 às terraplanagens e espera-se que este seja o início de outras.

É que o mar do inverno continuou a mexer com a muralha. Alguns blocos foram visivelmente deslocados, não só ao longo do pontão, mas também na cabeça do molhe. O farol, o mar levou num ápice, porque não tinha fundações convenientes. E tanta necessidade faz, nomeadamente para quem não conhece a entrada do porto. São muitas reparações que só a partir de agora podem ser feitas para acautelar males maiores e irreparáveis.

Há também necessidade de se proceder, rapidamente, à sinalização da nova bacia e até do interior

da Lagoa, para evitar que as embarcações de fora, que desconhecem os fundos, arrastem os cascos em zonas de baixa profundidade, como já sucedeu algumas vezes.

O porto de pescas e de recreio das Lajes necessita de uma atenção cuidada e rápida para que possa responder, convenientemente, às funções para que foi criado.

Vamos a isso! 

publicado por sim às 11:22

Finalmente acabou a gincana politica neste blog...como todos nós sabíamos PS lajes do pico sempre esteve por detrás de tudo... Não acham que está na hora de olharem para os escândalos que se passam na Câmara Municipal...que são muito mais graves do que no tempo de Sara Santos...Clara que não o blog é do PS... e por isso mesmo não publica comentários contra esse partido...
Um Lajense a 14 de Abril de 2010 às 22:46

Lajes do Pico “Vila Esburacada” é um estaleiro desde há mais de 10 anos.
A estação turística 2010 apresenta-se muito fraca e as reservas nunca foram tão tímidas. Ter um estaleiro sob a janela do meu hotel “Whale´come ao Pico” não melhora as estatísticas de ocupação. Mas quando as máquinas começam o seu serviço à 7:30 e calam-se pelas 19 horas, 7 dias por semana, incluindo sábados, domingos e feriados, trata-se de um assassinato deliberado. Bob Construtor e o seu Caterpillar não é definitivamente o que os nossos visitantes procuram ao viajar para os Açores, o arquipélago da “Natureza Viva”. Pior ainda é a imagem que regressa com eles, e que posteriormente divulgam.
Solicito que tomem as medidas necessárias a fim de limitar o impacto visual, sonoro e olfactivo das constantes obras nas Lajes, porque os nossos clientes não estão de férias para suportarem tantas agressões (sobretudo após pagarem um bilhete de avião com um custo de cerca de 500 euros).
Honestamente se estivessem na sua situação… que fariam? …provavelmente as vossas malas!
Serge Viallelle a 9 de Julho de 2010 às 08:00

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

eXTReMe Tracker
pesquisar
 
blogs SAPO