Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

23
Mai 10

É a nossa festa, a festa do povo! A festa do Espírito Santo. Dos Impérios, das sopas, dos pães de massa sovada, das rosquilhas, das vésperas.

É a Festa dos regressos, se bem que temporários. Nesta quadra, cheira a sopas onde quer que nos encontremos. Aqui e lá fora, por essas ilhas abaixo e mais além, onde haja um lajense, um picoense.

Os Impérios fazem parte de nós, circulam como sangue nas nossas veias e alimentam o coração e a saudade dos que vivem fora, longe ou perto.

Hoje é Domingo do Espírito Santo, na Ribeira do Meio e por aí fora, de uma ponta à outra da Ilha. Outrora, junto à Capela, no Caminho Novo, era gente e mais gente, cheirando a vestido novo, a sapatos novos, camisas novas, mesmo que fossem com pano usado, vindo da América. Era a Festa da roupa nova.

A Filarmónica tocava junto à Pequena Capela, cheia de massa e iluminada pelas velas da Fé, o homem dos rebuçados e dos amendoins rodopiava, enquanto era dia, para servir mais um menino e menina.

Nestes dias havia sempre um escudinho, desviado à miséria, para ninguém se sentir envergonhado e dar um rebuçadinho ou pagar um copo a um amigo.

Neste dia, não havia foguete nem baleia que bufasse. Festa era festa, e - c'ós diabos!...- não se podia faltar a umas sopas, pois a carne era petisco só pelas festas, e havia que tirar a barriga de miséria. E, depois, não se podia desperdiçar a massa sovada para as torradas do inverno...

Ai tantas estórias que o Espírito Santo da nossa Alegria nos evoca, ainda hoje, mesmo com o coração cortado pelas saudades de tantos que já partiram...

Ontem na Silveira, - o primeiro Império do Pico -, hoje em quase todas as localidades da Ilha.

O Espírito Santo é assim: partilha, fartura, alegria, convívio e muita saudade dos rapazes e raparigas, homens e mulheres e sobretudo familiares

do meu tempo, que partiram para longe ou para o além...

Boas Festas!!!

publicado por sim às 19:08

REBUÇADOS A "DEZ", CHOCOLATES A "ESCUDO", GAMAS A "MEI,ESCUDO", ERA O PREGÃO QUE A PEQUENADA MAIS APRECIAVA. DEPOIS ERA FAZER CONTA AOS CENTAVOS. BELOS TEMPOS!!!
PARA MIM UM ARRAIAL DO ESPIRITO SANTO TINHA DE TER UM PRATO DE FAVAS GUISADAS E UM COPO DE VINHO TINTO, DO PICO. ISTO, É LÓGICO, QUANDO JÁ TINHA A MINHA NAMORADA E FUTURA COMPANHEIRA DE TODAS AS HORAS. QUANDO SE ESTÁ LONGE DÁ-SE MAIS VALOR ÀS NOSSAS GENUINAS FESTAS E TRADIÇÕES. HOJE COMI UM COZIDO À PORTUGUESA E À TARDE ANDEI NO ROSSIO, JUNTO DA BARRAQUINHA DAS CAVALHADAS DA RIBEIRA GRANDE, A PROVAR UNS LICORES DE SÃO MIGUEL E UMAS AGUARDENTES DO PICO E NÃO PERDI A OPORTUNIDADE DE FALAR DAS NOSSAS FESTAS E DAS NOSSAS ILHAS. SENTI-ME EM CASA!!! SEMPRE HOUVE UM POUCO DO ESPIRITO DA "PARTILHA", TÃO CARACTERISTICO DOS AÇORIANOS.CONTINUAÇÃO DE BOAS FESTAS PARA TODOS.
Anónimo a 23 de Maio de 2010 às 20:56

NO COMENTÁRIO:"REBUÇADOS A "DEZ"...NÃO ME IDENTIFIQUEI.
DESCULPEM.
UM ABRAÇO
TÓMANEL
Anónimo a 23 de Maio de 2010 às 22:18

"dez" por escudo
anonimo a 25 de Maio de 2010 às 16:52



Este blog sempre nos vai trazendo alguma novidade apesar do seu dono estar muitas vezes ausente.
Continue pois quem está longe agradece as noticias que nos temperam as saudades.
anonimo a 3 de Junho de 2010 às 18:20

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

eXTReMe Tracker
pesquisar
 
blogs SAPO