Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

20
Mai 06

As Lajes merecem uma maior atenção dos serviços no Pico da Secretaria Regional da Habitação e Equipamentos.

Há pequenos troços da estrada, à Ribeira do Meio, que precisam de ser concluídos. Continuam por arranjar as baias de estacionamento frente à Câmara e a berma do lado do mar em direcção à Vila, pois permanecem em terra. ver imagem: http://lajes.blogspot.com

São pequenos arranjos que custam quase nada, e, como não são executados, denotam a falta de cuidado, desinteresse ou desmazelo, daquela entidade governamental pela mais antiga vila picoense.

publicado por sim às 20:28

Nas Lajes do Pico, o Carnaval e o Espírito Santo deveriam ser explorados com fins turísticos?

responda em www.frontalxxi.blogspot.com
JAJ a 22 de Maio de 2006 às 12:13

Desde tempos remotos que esta vila das Lajes tem andado esquecida e particularmente riscada do mapa da cena política regional no que toca a arranjos que são da responsabilidade das «Obras Públicas da Madalena e do Cais do Pico». O mentor e mandão das obras é um rapazola que está muito senhor do seu nariz e o seu lacaio do Cais do Pico, «lambe-botas» do partido que aguenta este governo, é pior ainda. Lembram-se dele quando jogava futebol? É esse mesmo, que era malcriado como uma besta e canhoto e hoje, não mudou nada. Está precisando duma boa reprimenda, mas o Governo tem lá quem lhe faz a «vénia» e ele é muito jeitoso para isso. Um menino que não gosta de fazer ondas para não perder «o tacho». Todas as semanas passa de carro lá pelo sítio em frente à polícia, mas lá não pára para ver e, o outro «cantor», esse, até tem raiva de ter ascendência cá no burgo. Mas ainda a nobreza faz muita dor de cotovelo a muita «boa» gente e é por isso que continuamos, cá os Lajenses, por tabela a sofrer das invejas passadas e hoje vingadas.
Escritor a 23 de Maio de 2006 às 22:08

O que interessa não é descriminar as pessoas, nem atacá-las nas suas opções pessoais. O que interessa é que eles, ndas suas funções, zelem pelo interesse de todos.
Neste caso, o que lhes estamos a reclamar não é nada do outro mundo. É apenas um melhoramento que custa uma cascarrilha e que há vários anos deveria ter sido concluído, pois é a imagem do Governo e da SRHE nas Lajes que está em causa.
Se J.Contente soubesse do que falamos, certamente já teria mandado beneficiar a pequena zona em causa. Assim, é a Autarquia, em frente que se fica a rir da má imagem e do desmazelo que a delegação da SRHE no Pico dá às suas estradas.
do Lagoa a 23 de Maio de 2006 às 23:34

Há uns k falam, falam, falam e na fazem nda, neste caso tu eskreves, eskreves e eskreves..........
Madboy a 1 de Junho de 2006 às 18:06

o senhor Jos´Contente é um benemérito das lajes do Pico.
josé triste. a 24 de Maio de 2006 às 01:57

Concordo completamente.
E já que se está a falar disto, sugiro também o arranjo mais cuidado das bermas da estrada Lajes - Piedade, agora que tem um piso novo. Não basta cortar o matagal. Por que não se planta flores, como acontece por muito lado?
Há falta de plantio? Ou falta de brio?
Ai este sul, este sul, tão abandonado que ele está, comparativamente com a estrada do norte...Toda a gente vê só os responsáveis é que não!...
do muro do caneiro a 24 de Maio de 2006 às 11:21

Muito bem....falta de plantio não será, mas falta de brio; quando não o temos naquilo que é nosso (casa), jamais o teremos para o público....
anonimo a 24 de Maio de 2006 às 12:32

Bonito, bonito, é o Engenheiro cantante que tem a mania. Veja-se as belas merdas que ele tem feito ao longo da ilha - armado em projectista iluminado e superior aos que o rodeiam.

Tal calibre, demonstra bem a estrutura dos serviços regionais e atesta bem a falta de modernidade que estes necessitam!

Sangue novo já! Sem politiquíces nem feudos de carraças...
Anónimo a 24 de Maio de 2006 às 22:09

Que tal porem mãos à obra? Em vez de criticarem o trabalho dos outros façam -no melhor . Assim todos lucramos e este mundo será melhor... Tempo não vos deve faltar pois têm tempo para estar na net a escrever em blogs. Abraços ... e bom trabalho..
Pequeno génio a 25 de Maio de 2006 às 19:35

Nunca ouviram dizer que a musica é como uma aspirina? Cura as dores e dá paz ao espírito . Está comprovado cientificamente. Porque não cantam para curar a vossa dor de corno por não terem tachos do governo?
http://lajes.blogspot.com a 25 de Maio de 2006 às 19:46

Concordo plenamente com esses arranjos. As estradas estão uma vergonha e nós descontamos bastante. Há caminhos em algumas freguesias do concelho que os buracos dão para enterrar um adulto de pé. Também acho que os parques de estacionamento das Lajes são uma vergonha. São a cara chapada de quem ocupa lugares de destaque na vila e de quem votou neles para se fazer representar.
Anónimo a 25 de Maio de 2006 às 19:52

Já se esqueceram do que aqui foi dito sobre o ordenamento de trânsito nas Lajes? Como está é uma autentica babilónia e agora que já abriram o Largo do Cruzeiro, por que esperam? De algums técnico continental da PRP (Prev.Rodoviária.Portuguesa)? Ou do Chefe da Polícia da Horta?
Despachem-se senhores do Convento Municipal que o Verão está aí e como está, está mal.
Olho vivo a 25 de Maio de 2006 às 23:09

Costumo visitar aki o blog leprense, mas cada vz k cá venho, fiko parvo cm estes comentários demagógicos e altruístas, isto só demonstra as vossas mentalidades futeis e retardadas!! pois vcs já repararam k só sabem é criticar, falam mal de tudo e de todos, ora se não se faziam obras nas Lajes criticavam, agora anda a vila k parece mais a ser a "vila da construção" e ainda kerem mais!! melhor, melhor, era enxurrar isso e fazer uma vila nova e de preferência sem lepras, pk cm essas mentalidades, msmo ninguém se preocupa e muito menos vos ajuda!! Andam por aki os comentadores "mirones" armados em sabichões e pensam k sabem dessas politicopalermices!! Em vz de andarem só a coxixar o k anda de mal, pk isso é má regra do português, façam pla vossa terra e ponham mãos à obra.....e mais na digo!!
Madboy a 26 de Maio de 2006 às 10:50

O Madboy que só aqui aparece às vezes, é o pior comentador que conheço. Ao contrário da crítica construtiva que ele combate, defende que se deve "enxurrar isso e fazer uma vila nova e de preferência sem lepras".
Que falta de critério! Julga-se as opiniões dos outros como se fossem as piores e apresenta-se uma solução drástica e disparatada...Por favor tenha tino, e não perca tempo com esses comentários de mesa do café. Dedique-se ao plantio de nabos que é o que faz melhor e deixe os lajenses em paz que estamos a construir, com a diversidade de propostas e de opiniões um futuro melhor para a nossa terra.Ponto Final.
lajense ferrenho a 26 de Maio de 2006 às 14:07

Ninguém daqui deste blog vai meter «foice em seara alheia». Para se comentar tem de se ter conhecimento de causa. Vir falar em demagogia e altruísmo sem saber realmente o significado das palavras denota no mínimo uma ignorância atroz. A nossa língua portuguesa, como a quinta mais falada no mundo, anda por essas bandas, dos «boys mades in...» não se sabe muito bem onde aprenderam as primeiras letras, a dar uma imagem deturpada dos nossos escritores, que ao lerem certos comentários, introduzidos aqui neste espaço, devem arrepelar os poucos cabelos que muitos ainda têm e levá-los ainda, a vociferarem palavrões por verem tanta aberração intelectual, ou pseudo-altruista. Este último comentário então é a «prova provada» de que este pseudo defensor de coisa nenhuma, é um «tratado de português», nunca antes visto aos meus olhos. O mínimo que se lhe poderia fazer era mandá-lo agora para a «escola da noite», aprender a corrigir os erros de ortografia e de concordância. O mentor deste blog ao menos deveria ter tempo para ao menos uma vez, corrigir um texto, para que no futuro aqueles que tem o atrevimento de para aqui virem escrever coisas sem nexo, ao menos as escrevessem em PORTUGUÊS CORRECTO.
Observador a 26 de Maio de 2006 às 14:30

Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

14
15
16
18
19

21
22
23
24
25
26
27

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO