Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

08
Ago 06
Agosto começou com as Lajes cheia de veraneantes nacionais e estrangeiros.
Grande parte deles vêm fazer whale-watching e visitar o Museu. Alguns ficam uns dias no parque de campismo, frequentam os restaurantes locais, banham-se nas águas límpidas e deliciam-se com a pacatez deste velho burgo.
São assim as Lajes. Têm um potencial turístico que, de ano para ano, mais se afirma, embora tardem a surgir unidades hoteleiras com maior capacidade.
Infelizmente - e há sempre um senão - pouca informação e animação é proporcionada aos veraneantes e visitantes. Não fossem as esplanadas - algumas colocadas nos apertados passeios assemelham-se a tabernas do terceiro mundo - e nada mais haveria.
Não podemos esperar pela Semana dos Baleeiros, ou pela passagem de grupos do continente que aqui vêm em troca de um almoço ou jantar.
As Lajes devem ter um programa de animação que abranja a época alta do turismo. Para quê tanto cinema, quando se sabe que no verão as noites são ao ar livre, junto ao mar, em amena e interessante cavaqueira?
Há tanta falta de imaginação e de animação nas noites estivais. Será que os responsáveis já perderam a capacidade de inovar e de criar projectos que envolvam residentes e visitantes?
publicado por sim às 16:45

Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO