Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

06
Mar 10

A Primavera ainda mal chegou e o frio continua a recordar-nos os dias de verão quente, por vezes abafado, amenizados pelas amenas águas do mar e pelo convívio dos lajenses forasteiros. 

As Lajes estão desejosas desses que partiram mas que guardam o seu coração aqui, durante o ano.

As Lajes estão ansiosas pelos visitantes estrangeiros que animam este velho e pacato burgo.

As Lajes estão ansiosas pelos jovens que anualmente aqui passam uns dias, deleitando-se na limpidez das águas do mar.

As Lajes estão ansiosas pelo convívio, pela animação dos que aqui chegam.

Mas as Lajes estão também ansiosas por saber o que vão os responsáveis fazer para alindar esta Vila, da Poça do Pano na Maré, à Rua Direita onde muitos prédios degradados nos envergonham pelp estado a que chegaram.

A Vila do Museu mais visitado dos Açores, tem de primar pela preservação do seu património arquitectónico e mesmo que não se possa reconstruí-lo de imediato, há tantas formas conhecidas de os dignificar, lavando-lhes a cara ou mantendo-os, dignamente, no seu estado real. Não é vergonha nenhuma.

Um esforço neste sentido se pede aos responsáveis e aos arquitectos e designers, enquando melhores utilizações não se lhes dá ou destino mais útil e adequado.

publicado por sim às 21:38

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
17
18

21
22
24
25
26

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO