Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

13
Ago 06

1.Pede-se a quem de direito que corrija o piso da calçada junto à pera da saída/entrada da Vila. Anda-se para ali aos saltos e não há viaturas que resistam.

2.Pede-se a quem de direito que melhore o piso do miradouro sobranceiro à vila. Já lá vão os restos da areia do muro de suporte, agora, dignifique-se o local.

3.Pede-se a quem de direito que recupere a canada do Manuel Velho. Há gente que entra na Vila por lá, para o parque de campismo, e tem de fazer montanhismo.

4.Pede-se a quem de direito que melhore o piso da esplanada da baleia.  O local está cheio de bagaço e de poeira e isso incomoda os utentes.

5.Pede-se a quem de direito que coloque um sinal do lado sul do Cruzeiro obrigando a contornar o Largo. Como está, nada obriga a que se suba pela esquerda.

6.Pede-se a quem de direito que "perca" uma hora do seu horário de político-local, para ordenar, sinalizando, o trânsito da Vila. Há,agora, mais visitantes/condutores a passarem por aqui que ficam PASMADOS com a falta de sinalização da nossa Vila.

7.Não pedimos o impossível, mas esperamos que os responsáveis, exerçam o mínimo das suas competências e obrigações.

publicado por sim às 16:41

Vamos lá com calma, então não sabem que a vila é objecto de um plano? É verdade, custou mais de 15000c (e já vamos no segundo) e todas estas questões vão ser atendidas - não fosse esta nova revolução saído do gabinete dos amigos do chefe!

As observações pertinentemente aqui lançadas atestam o desmazelo geral a que esta vila chegou. Metam-se os planos no traseiro e respondam aos anseios e problemas imediatos que esta vila e concelho em geral reclama.

Mais habitação na vila; apoio aos comerciantes; e um hotel que urge fazer! Mandem uma vaca com uma grande mama para Évora e deixem os de cá fazer mãos à obra!
1000 ideias a 13 de Agosto de 2006 às 22:44

subscrevo todas as questões levantadas....

e já agora, porque se falou da esplanada baleia, gostava de saber o porquê daquela concessão e os termos em que esta foi realizada... é que ainda me lembro da baleia de outros tempos e vejo hoje um espaço ao abandono, descaracterizado, pouco atractivo....

é uma péssimo cartaz turistico: o chão, a mangueira que corre para o esgoto das águas pluviais... África no seu melhor!

porque teima a Câmara Municipal em fazer da Vila um reino do improviso, apostando em demasiadas tascas/esplanadas/raves?

durante a Semana dos Baleeiros ainda se tolera - mas com regras - agora durante todo o verão???

que tipo de turismo querem captar? Por acaso Sara Santos e o dignissimo chefe têm passado pela Vila à noite???? nos raríssimos dias que em conjunto povoam terras baleeiras...

todos sabemos que o chefe chegou às Lajes faz dois ou três anos, abandonado que foi pela companhia circense em que trabalhava, recolhido mais tarde pela liga defensora dos sem abrigo (o Gabinete de Apoio Pessoal da CMLP), agora a senhora dona presidente, ao que me recordo, sempre por cá viveu... ou não?
vilalepra a 14 de Agosto de 2006 às 04:39

Chama-se a atenção do Vereador encarregado pelas obras do Município Lajense, para que, mande tapar os BURACOS do passeio que circunda o estaleiro onde são construídos os blocos que são utilizados na orla costeira, e que alguém mandou abrir para serem implantados os postos de iluminação daquela zona da Vila, mas que felizmente lá não foram, como foi o caso dos postes de iluminação, que mandaram implantar na rua que passa em frente à antiga Fábrica da Baleia desta Vila.
Pede-se também que o acesso ao parque de estacionamento construído e inacabado, dentro da Vila, seja ao menos asfaltado, e também se pede que sejam colocados uns balneários públicos para apoio dos condutores que ali deixam as suas viaturas. A «Semana dos Baleeiros» aproxima-se e nada do que aqui já foi e muito bem, chamado a atenção, foi feito. Será por incúria ou será por vingança? Se é vingança o arremesso fez ricochete, porque veio atingir aqueles que nos governam, infelizmente. Como cidadão responsável e actuante desta Vila, aqui deixo mais este reparo a acrescentar aos demais que acima e muito atempadamente foram exposto.
Escritor a 14 de Agosto de 2006 às 15:44

Com tanto investimento em "coltura", evidentemente as obras essenciais aos Lajenses têm de esperar.
Alguém leu o Ilha Maior desta semana? Talvez birra do escritor Dias de Melo, ou talvez não, foi dirigida uma carta aberta a Sara Santos.
Curiosamente na última revista MAGMA escritoes do concelho nem vê-los... mais de 150 páginas e 500 exemplares de reputadíssiomos cronistas.
Claro que o chefe pouco se interessa, tem muitos amigos "escritores" que anseiam em ver os seus textinhos publicados e porque não sob o patrocínio da Câmara das Lajes...
É que no politécnico onde o ilustre chefe e catedrático leciona são muitos os amigos a contentar!

Força D. Sara Santos está no bom caminho!
Ma"g"ma do chefinho a 15 de Agosto de 2006 às 16:58

É preciso sabermos para quê pagamos os nossos impostos! A Presidente Sara parece que dia após dia, não consegue dar conta do recado: Maldição ao Chefe que ainda anda pelos campos do Alentejo! O Convento está abandonado, a madre superiora (Sara) precisa imediamente do capelão (O Chefe) para pôr a casa na ordem.

Agora fora de brincadeiras, concordo e subscrevo todos os apontamentos que aqui foram feitos e desejo que a sua resolução seja o tão rápido quanto possível (preferencialmente ainda nestes 3 anos que faltam para acabar o mandato).
José da Ribeira a 16 de Agosto de 2006 às 02:17

Fez bem a Câmara em lavar a cara do Convento, cuja pintura foi reclamada há algum tempo por este blog.
Dá um ar limpo e a brancura sempre ficou bem.
Agora só falta a casa da Maricas Tomé.
Cprtem a verdura e expliquem numa placa a situação do imóvel. Todos compreenderão.
Haja coragem de o fazer.
mouraria a 17 de Agosto de 2006 às 12:43

Quando é que a IEI vai proceder á asfaltagem das covas que abriu na curva do Castelo?
Não há quem a obrigue a concluir o trabalho?
A ESTRADA É REGIONAL, por isso quem de direito, deve fiscalizar as obras na via pública, já que terminaram há alguns dias.
esplanada do Lagoa a 17 de Agosto de 2006 às 15:09

que dizem a pôr cabras a pastar no local a que chamam de parque de estacionamento? Erva não falta...
há 5 ANOS que aquela obra de arte foi começada e continua tudo igual...
Viva a co-gestão do chefe.
chefe das cabras a 17 de Agosto de 2006 às 16:46

"Desabafos de um Chefe!"
in Boletim do Pico

Realmente...

está uma pessoa culta, de elevada formação, habituada a uma convivência de refinado teor cultural, a oferecer dia após dia tudo o que melhor sabe a um concelho chamado Lajes do Pico...

e o que leva em troca? Criticas e mais criticas.

Não me valorizam!

Não fico cá nem mais do que 3 anos. Ninguém aguenta. Estou farto de ilhéus mal educados e empeçados.

Já disse à Mara Prantos: "é acabar esta comissão de serviço e regressamos a Évora, a Lisboa, à civilização.... esta gentinha medíocre não te merece, não nos merece. Não merece a 1000 ideais"

Não são os cerca de 5 mil euros mensais que a Câmara nos paga que compensam o vexame público!

Chega!

Vamos embora desta terra dentro de 3 anos, nem que eu tenha de voltar para o circo e tu... acho que o sector bancário está a precisar de balconistas. Ou então, hás-de passar por qualquer universidade privada e fazer-te doutora.... já é tempo.

É a crise. É a crise.

Carlos Adalberto Achado
Professor Catedrático e Chefe.
Carlos Adalberto Achado a 18 de Agosto de 2006 às 21:14

Snif...

não vás querido, não vás. Então e não se constroi o teatro? Olha que com este tens a reforma garantida. Tu e os teus amigos. Já viste a quantidade de cartazes e folhetos que aquilho vai dar? A mil ideias até podia comprar o andar de cima e montar uma tipografia.

Fica CAM. Fica. Vamos acabar com as matanças de porco e com os torresmos em vinha-de- alho. Vamos tornar o Pico na verdadeira capital do teatro. E a seguir, depois do teatro pronto e instalado, vamos acabar com os actores, com os governos, com o clero e, depois, acabamos com o mundo. Ficamos só tu e eu. Depois acabas comigo e ficas só tu. No topo do Pico.
O amigo do chefe a 20 de Agosto de 2006 às 10:18

Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO