Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

20
Ago 06

As Lajes estão em Festa.

A Semana dos Baleeiros, constitui para todos, lajenses e visitantes, momentos de alegria e de confraternização. Temos por hábito franquear as portas aos forasteiros e, de par em par, mostrar-lhes o que de melhor temos. E é muito. As potencialidades das Lajes são imensas, não é preciso dizê-lo. Todos o constatam.

Mas apesar de tanto a natureza nos ter dado, muito há a fazer.

Nestes dias de festa, não se deve relevar as mazelas da nossa terra - que muitas são! Elas estão à vista de todos e deviam envergonhar os seus responsáveis. A sua inércia ou incompetência notar-se-á, facilmente, a quem anda pelas ruas da Vila.

Oxalá para o ano as Lajes se apresentem de cara mais simpática, nos edifícios públicos e privados, no trânsito, no estacionamento, nas zonas balneares, na capacidade hoteleira, na animação e promoção, nos espaços de lazer. Se tal suceder, todos ganharão. Os Lajenses, sobretudo, que mais e melhor merecem!

publicado por sim às 21:47

Acho muito bem que se "alinde" a Vila para aqules que nos visitam.
Mas nunca sem esquecer aqueles que vivem cá todo o ano. É que as Lajes não é uma colónia de férias, sejam elas desportivas ou culturais.
Já basta que aquele que foi nomeado Chefe queira transformar as Lajes e a Câmara numa espécie de produtora de eventos artísticos e, logo, comandada à distância... a partir de évora.
Zé da Rua Nova a 21 de Agosto de 2006 às 04:05

Não se devem revelar as mazelas da nossa terra....
Um aviso hipócrita que só ajuda a destruir...
Lembram-se do que Sara Santos disse ontem na Filarmónica? Do que disse, de como disse e de quem disse?
´Foi a pior mazela dos últimos tempos...
Falar de cultura açoriana sem saber do que está a falar? Ela saberá que temos sido os mais abertos ao mundo?
Quem assim fala revela que os pés andam sobre brasas. É melhor ir por outro caminho. Aquele discurso foi uma nódoa muito negra numa festa de aniversário. Arrogante e descabida. Ofensiva para a própria instituição que ainda há bem pouco tempo muito recebeu da DRAC.
Anónimo a 21 de Agosto de 2006 às 09:15

A Srª Sara Santos sofre de miopia ou então não lê os Jornais Oficiais. A Direcção Regional da Cultura apoiou a Sociedade Filarmónica Liberdade Lajense em cerca de 23 mil euros. O que fez a Srª Sara Santos pela referida Filarmónica? Para além do vexame de ter lido um discurso que não é seu sujeitando-se à vergonha de numa sessão solene não ser capaz de redigir as suas próprias palavras.
Anónimo a 22 de Agosto de 2006 às 18:13

Não poderia estar mais de acordo com este post ! Temos muito para dar...mas não queremos parecer terceiro mundistas em vésperas de eleições, eu explico: pintar o convento no início da Semana dos Baleeiros, asfaltar os buracos do chamado parque de estacionamento da Vila, esburacar a via pública para pôr a funcionar candeeiros que ali se encontram à tanto tempo... é no mínimo muito ridículo ! Já agora deixo a sugestão de lavagem facial" à lá minute "para as zonas de banho, a lagoa está com falta de cal e os turistas dão um fantástico cartaz turístico ao caírem ... Boa Semana dos Baleeiros!
Anónimo a 21 de Agosto de 2006 às 21:54

Alguém que diga ao mais jovem deputado da assembleia municipal do ps que as eleições já lá vão . Fico tonto só de vê-lo andar de uma lado para o outro ali na lagoa a "conversar" com tudo o que se mexe.
Anónimo a 21 de Agosto de 2006 às 23:30

ó amigo... se anda mal disposto e tonto tome um comprimido para o enjoo.

ou vá para os lados da maré.... sempre é mais cosmopolita e há menos barulho (que o diga o senhor arquitecto da câmara e o senhor do artesanato).
esplanada da rampa a 22 de Agosto de 2006 às 15:06

O arquitecto nao se pode esquecer que tambem participa do bolo de sara santos. É comer, ouvir barulho e calar...
Anónimo a 26 de Agosto de 2006 às 21:22

Desculpem lá... mas só uma questão:
o que é que esta frase tem a ver com o assunto em análise.

Isto há cada um!!!!
Que excelente oportunidade para optar pelo silêncio.
???? a 23 de Agosto de 2006 às 03:47

Uma vergonha a sessão solene. A Sara leu um discurso feito pelo chefe de gabinete. Masl lido. Ameaçou não continuar com a semana dos baleeiros, se não houver colaboração (de quem?). Voltou a falar dos críticos ( o seu maior pesadelo, parece que sonha com eles!!!) para dizer que é um grande sacrifício a "pequena equipa da Câmara" fazer as festas.
Se é trabalho a mais, passem o cargo a outros que saberão fazer melhor. Destacou o indestacável e foi ver o primeiro dia da semana. A Vila às moscas! Que triste fado o nosso, sem fado à segunda-feira junto à ermida de São Predro. Teatro às 11 da noite! e cinema.
"A História de uma vila abandonada" é o tema da melhor fita a rodar no Auditório, realizada pela equipa municipal. Um leão d,ouro para os seus autores.
Que pena que tenho do estado a que chegámos!...
Mas a Sara e sua equipa terá o seu Natal e não durará muito tempo. Já todos viram que foram ludibriados...
mouraria a 21 de Agosto de 2006 às 23:51

O que se passou hoje foi no mínimo ridículo.
SSantos parece ter perdido de vez a cabeça.
O chefe é uma droga "malina"!
Anónimo a 22 de Agosto de 2006 às 00:29

Pelo segundo ano consecutivo Sara Santos vem dizer que se os privados não apoiarem a Semana dos Baleeiros vai acabar...
Por mim a festa podia acabar já... Mas tenho a certeza que isso não acontece, ou não tivesse o chefe que se entreter com alguma coisa nos dias que passa nesta Vila.
Além disso... o que seria da 1000 ideias?????? Das revistas, do filmes que são passados no auditório, do futuro teatro... dos amigos de évora.
zé da rua nova a 22 de Agosto de 2006 às 15:02

Por favor...
Senhora Presidente não acabe com as festas, o que vai ser de mim. Não quero ir embora já.
Preciso muito deste emprego.
Por favor... Como vou viver?
Carlos Adalberto Achado a 22 de Agosto de 2006 às 15:08

Acabe-se de vez com a semana dos baleeiros!
Vamos criar uma nova semana:
A semana CAM(E) - uma semana só para literados.

Came to lajes and apreciate the most opurtunist cheef of the intere Azores. A unic place where the wife gives public money tho her usband and his friends of Alentejo.

Came to see the fenomenous; came to see the end of whale watching and the new entertainement - the cheef circus watching...

Bring your kids, Came.
Anónimo a 22 de Agosto de 2006 às 22:36

Esta foi no mínimo HILARIANTE... PARABÉNS à cabecinha pensadora que se saiu com o CAM(E)... Genial... nem o Chefe, com mil horas de reflexões, se sairia com uma assim...

Cotovia a 25 de Agosto de 2006 às 19:30

A distribuição geográfica da festa é de bradar aos céus!!!!!!
Porque é que a organização da Semana dos Baleeiros ilumina a Rua direita e a zona do largo de são pedro? Medo que alguém tropece e caia ou que seja atingido por uma pedra de alguma casa em ruínas???
Quem se lembra do que era o meio da vila e naquilo em que se transformou... completamente ao abandono.
Apostar em sessões de cinema à meia noite??? Está provado que não é suficiente
Se a Vila está em festa, deve ser toda a Vila. É que a Rua direita, a mais nobre da Vila não merece esse desprezo. Ao menos que servisse de estacionamento, porque não vale de nada cortar o trânsito... assim nem carros, nem pessoas.
Mas essa não parece ser a vontade de Sara Santos. Haja saúde!
Meio da Vila a 23 de Agosto de 2006 às 03:44

Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO