Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

13
Dez 06

A publicitação na imprensa da empresa municipal disfarça uma TEIMOSIA que se deve condenar. O executivo concelhio evidencia, porém, uma dose assinalável de incerteza na constituição da empresa municipal (EM), dado que só participa, minoritariamente, no seu capital social.

Será que Sara Santos está convencida de que os privados vão associar-se a uma iniciativa camarária que, NESTE MOMENTO, é um disparate e uma autêntica loucura financeira e empresarial?

Haverá investidores privados que pretendem depositar o seu capital nas mãos de gestores públicos? Não acredito. Noutros locais mais populosos, onde a cultura constitui já um produto comercial, o estado e as autarquias são quem detém o capital dessas empresas, que, infelizmente, não dão lucro, antes avultados prejuizos. É assim com o CCB (Centro Cultural de Belém), em Lisboa, com a Casa da Música no Porto, e mais próximo de nós com o Teatro  e Coliseu Micaelenses.

Em alguns concelhos, os autarcas captam investimentos privados e ficam de fora dessas iniciativas, pois não lhes cabe administrar esse tipo de negócios.

É caso para dizer que ESTA CÂMARA não sabe ler nem aprender a lição de outras entidades públicas e prefere cometer erros atrás de erros, como se os dinheiros públicos fossem infindáveis.

Repetimo-lo uma vez mais e, agora, de acordo com a opinião unânime dos nossos leitores: Necessitamos, urgentemente, e antes de tudo,  de INVESTIMENTOS PRODUTIVOS.

De contrário, vamos com o carro à frente dos bois.

publicado por sim às 16:37

Alguns equipamentos em lugares mais polpulosos que aparentemente não dão lucro são uma semente para o futuro. Se a lógica na cultura fosse apenas finançeira, restaria-nos apenas o Lá Féria, o Futebol e a Ruth Marlene.

E uma sociedade sem referências elevadas só dá prejuizo!

No caso das Lajes do Pico, não existe Câmara nem qualquer tipo de teimosia. Apenas um chefe de gabinete mal amanhado que em má hora aterrou nas Lajes do Pico.
Anónimo a 13 de Dezembro de 2006 às 18:33

Sara Santos foi instrumentalizada pelo Chefe de Gabinete, tudo o que é feito tem o cunho pessoal daquele que se auto-intitula escritor, encenador, mestre, professor... e, acrescento: MARIDO!

Vamos viver a cultura do Chefe!
Zé da Rua Nova a 13 de Dezembro de 2006 às 22:01

Solução para a Câmara das Lajes só mesmo novas eleições e com efeito retroactivo.... com Sara Santos e Carlos Alberto Machado não vamos lá!
Pai Natal a 13 de Dezembro de 2006 às 20:13

Só uma pergunta: mas se esse Chefe de Gabinete era assim tão bom porque é que veio parar às Lajes do Pico?
É que há tantos Teatros nesse continente, tantas editoras que podem publicar os livros que o "escritor" rabisca... mais de 300 Câmaras Municipais de norte a sul do país e tinha de vir até aqui!!!! Governar-se com o dinheiro dos Lajenses. Que triste sina a desta terra!
E ainda há quem diga que "não há coincidências"...

Chefe do Convento a 13 de Dezembro de 2006 às 20:24

Com tanta gente com tão grandes ideias e só se manifestam anonimamente num blog anónimo?
ermo-lindo a 13 de Dezembro de 2006 às 23:00

Não costumo fazer críticas a quem quer que seja. mas às vezes até mete nojo virem para aqui «pregar a moral» e o exemplo é o que se vê. Se não tem argumentos para comentar, deixe ao menos aqueles que têem uma certa verbosidade, que exponham as suas ideias. este post foi feito para isso. Não foi para maltratar ninguém. O coitado do Chefe e Marido da Presidente, tem lebado tanta porrada, mas lá na terra dele não é usado o ditado: «Quem não se sente não vem de boa gente». Por favor não batam mais no ceguinho porque o homem é mesmo um invisual crónico. Esta tem endereço. Porque é que o ermo-lindo não expõe as suas ideias em vez de só se auto-elogiar. Aqui lhe deixo o repto.
Toninha a 14 de Dezembro de 2006 às 15:41

Dei-me ao trabalho de analisar algumas dos comentários deste Senhor que se descreve como "ermo-lindo" e rapidamente conclui tratar-se de uma figura vazia, sem educação e assente numa total ausência de argumentos válidos à discussão.

Quem vem a este blog exprime a suas opiniões como sabe e pode. Agora este Senhor apenas se cinge a comentários laterais e desprovidos de conteúdo.

Como já aqui foi dito:
"Brincar com o nome das pessoas e linguagem arruaceira...
É lamentável! E significa apenas uma coisa: deficiente cultura social.
Há sempre uns infelizes que não conhecem limites à liberdade de expressão e pensamento".
Manel da Vila a 14 de Dezembro de 2006 às 21:02

E Você identifica-se?
Anonimo a 15 de Dezembro de 2006 às 00:12

Desde que se respeite a dignidade das pessoas o anonimato não tira pedaço a ninguém.

Uma coisa são comentários políticos e que visam aqueles que ocupam cargos públicos, outra muito diferente são comentários dirigidos à pessoa deste ou daquele, num intuito exclusivo de devassar a vida privada.
Manel da Vila a 15 de Dezembro de 2006 às 16:57

And you?
Anónimo a 16 de Dezembro de 2006 às 12:22

Esta coisa das Empresas é curiosa. Vejam o exemplo da Camara da Horta. As que constituiu deram prejuizo apesar do seu vice-presidente vir dizer que afinal o Débito está igual ao Crédito.
Pasme-se!
E agora anda a criar mais uma mas quer a maioria de capitais privados.
Afinal não deve ser uma questão de chefe. Porque a da Horta esta a proceder assim e tem o apoio do Governo Regional...
anonimo a 13 de Dezembro de 2006 às 23:30

Num post anterior alguém falou sobre um Mercado Municipal que se poderia implementar no centro da Vila. A ideia não é nova e poderia ser até um passo importante para a dignificação e desenvolvimento do comércio local, podendo ser estruturado de forma sustentada para a Câmara - isto é: a concessão dos espaços cobriria os custos de manutenção e, bem feitas as contas, a obra ia sendo paga a longo prazo.

Teríamos um lugar de encontro social com produtos frescos e dinamizavam-se economias familiares. Um café, uma praça, 1 frutaria, 1 florista, 1 ou duas peixarias, talho, pequeno comércio, enfim interessados não faltariam…

Infelizmente, a actual administração tem outras prioridades que passam pela construção de um mega Teatro cuja dimensão física e programática ultrapassa largamente as realidades do Concelho e da ilha. A ideia pode ter até o seu interesse mas as constantes investidas que o actual chefe de gabinete nos vem habituando não deixam margem para dúvidas: um teatro para ele e para os seus.

Esta ideia de uma agência de cultura, nos moldes actuais, tem muito que se lhe diga!!! E que tal um referendo?
Anónimo a 14 de Dezembro de 2006 às 10:17

E A TEIMOSIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO?

Já era tempo de se pronunciar acerca do facto do chefe de gabinete acumular duas funções de forma ilegal...num estado de direito deveria devolver o seu salário.
Anónimo a 15 de Dezembro de 2006 às 10:06

Até ao final do mandato, Sara Santos vai carregar a cruz do Chefe de Gabinete.
Uma teimosia que provocou já o descrédito da Presidente da Câmara perante os cidadãos lajenses. Longe vão os tempos que este tipo de decisões se encerrava nos gabinetes dos políticos, hoje com os meios de comunicação social bastante activos e o amadurecimento da Democracia tudo se sabe!! E ainda bem, porque um poder escuro e escondido significa um regresso a um passado de opressão que ninguém deseja.
Pinheiro de Natal a 15 de Dezembro de 2006 às 17:42

No blog do chefe não se conspurca. Mas também não se passa nada. Será que ele se redimiu com a morte do Cesariny?

Será que ele vai mudar e articular-se com as realidades das Lajes e suas gentes? Ou vai continuar a cagar-de-alto e a engordar na cadeira da mulher?
Anónimo a 16 de Dezembro de 2006 às 09:07

O blog do chefe acrescenta tanto às Lajes como ele próprio, ou seja: NADA.

Agora tirar, tira bastante: são mais de 30 MIL EUROS por ano!!!!!
Anónimo a 16 de Dezembro de 2006 às 19:21

Quanto Ganha o Hernani na Junta de Freguesia? Qual é o seu Horário?
ermo-lindo a 17 de Dezembro de 2006 às 12:19

AS pessoas estão sempre a dizer que o chefe não trabalha!!!! Ele até veio passar as férias do Natal às Lajes... O que seria desta terra sem este magnífico chefe? Bom Natal a todos, incluindo o chefe de gabinete da Presidente.
Anónimo a 20 de Dezembro de 2006 às 16:31

Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15
16

18
19
20
22
23

24
25
26
28
29
30



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO