Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

24
Abr 07

Abril foi ontem, Abril é, novamente, HOJE - Dia da Liberdade, da Responsabilidade, da Solidariedade.

Abril - 25 -  quer dizer democracia, poder do povo que o delega nos seus governantes, por um determinado período, no termo do qual assume, de novo, a capacidade de escolher outros ou os mesmos representantes.

Abril HOJE, é pôr em prática os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, sobretudo dos mais fracos, desprotegidos, dos que não têm voz.

Abril é respeitar a vontade do povo, é ouvir e respeitar as oposições e as minorias, porque todos têm as suas razões. Abril é aceitar o pensar e querer diferentes. Abril é não pactuar com o imobilismo, é contestar o quero posso e mando, Abril é servir o povo e não servir-se do poder, da autoridade, para fazer o que bem nos apetece, porque somos poder e porque temos mais votos. Abril é uma revolução permanente de mentalidades, é combater o caciquismo, o compadrio, o deixa andar. Abril é promover o progresso o TER e o SER dos HOMENS.

Abril é uma nova Primavera que nasceu numa madrugada de esperança e de onde despontaram gritos de justiça e de paz só possíveis porque todos os homens são iguais em direitos e deveres.

ABRIL é HOJE e uma vez mais, um sonho que se realiza sempre que o homem quiser. 

Por tudo isto, FALTA CUMPRIR ABRIL!

com imagem em: http://lajes.blogspot.com

publicado por sim às 23:05

Abril é, hoje mais do que nunca, explicar à juventude actual o que era Março.
joseaugustosoares a 25 de Abril de 2007 às 13:04

Abril é trancar no peito da ignorância a faca da vida produtiva e útil ao homem. Abril é ser o não ser mais débil e egoísta . Abril é ser sempre solidário mesmo para com aqueles que não pensam nem agem como nós. Abril é ser cidadão de pleno direito e senhor absoluto da sua opinião. Abril é ser imaginativo e congruente. Abril é ser LIVRE!
Trancador a 26 de Abril de 2007 às 21:56

Abril obrigou a democracia a ter governantes/autarcas competentes e respeitadores da opinião dos outros, daqueles que lucidamente pretendem e defendem que se deve gastar o dinheiro dos contribuintes e projectos capazes de proporcionar desenvolvimento e qualidade de vida.
Abril serviu para provar que a longa noite fascista custou ao país a emigração de milhões de portugueses e que há que dizer basta a quem, com projectos desadequados e extemporâneos teimam em promover a desertificação de concelhos como o nosso. É tempo de acabar com esta democracia ditatorial que nos castra a razão e o bom senso.
Lagoa a 25 de Abril de 2007 às 13:32

Boca santa, como soe dizer-se.
Infelizmente não é só a nível concelhio. Veja-se o vosso 1º. Ministro. Afirma que o povo lhe confiou o voto e por isso tem a legitimidade de governar.
Afinal, convenhamos , é esta a forma de pensar daqueles a quem lhe foram, por voto, confiado o mandato. Quer queiramos quer não, este é um dos preços da democracia
É ter paciência e esperar pelas próximas .
E mais conversa não adiante, como dizia um patrício meu.

A descrição do post assenta que nem uma luva no convento de são francisco!

Nas Lajes, faltará cumprir Abril?
Anónimo a 25 de Abril de 2007 às 16:10

Abril é, acima de tudo, esta possibilidade de podermos expressar livremente a nossa opinião, sem medos e nem anonimatos. VIVA ABRIL SEMPRE, MESMO COM TODAS AS IMPERFEIÇÕES E PROJECTOS ADIADOS OU NÃO CUMPRIDOS
Rui Pedro a 25 de Abril de 2007 às 17:11

http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1292201&idCanal=21
Anónimo a 26 de Abril de 2007 às 13:26

Foi uma pedrada no charco este post, pois pretendeu abalar algumas consciências no nosso meio.
É sempre bom falar-se, destemidamente, da maneira como exercem funções os responsáveis pelos poderes públicos. A contestação obriga a repensar atitudes e procedimentos e a mudar o que está mal.
E entre nós o que está faltando é a transparência e o diálogo entre governo/autarquias e cidadãos. O facto de se ser poder, não significa ter-se mais razão; quanta teimosia e obstinação reinam nos gabinetes do poder, normalmente abertos às opiniões dos amigos e fechados às opiniões tantas vezes mais correctas dos cidadãos anónimos!...
Abril, Maio, vamos clamar por mais liberdade e competência para que os nossos governantes não se transformem em patrões do povo que os elegeu. temporariamente...
José de Brum a 26 de Abril de 2007 às 18:47

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
18
19
20

22
23
25
26
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO