Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

30
Mai 07

A recente nota da Presidência publicada na Página Autárquica de O DEVER (por que não publicá-la também no site oficial do Município?) dá a entender que aquilo que os lajenses há muito reclamam - um novo ordenamento do trânsito - afinal não vai acontecer. A Sra Presidente anuncia a substituição de sinalização existente e  a colocação de nova...em locais onde aquela é deficiente ou até inexistente.

Oxalá não inundem as esquinas das casas da vila com demasiada sinalética, e não conspurquem a imagem urbana com sinais verticais, e optem por sinalização horizontal (pintada no chão) que surte o mesmo efeito e não polui a paisagem urbana.

Quando todos esperávamos (e alguns lajenses haviam sugerido) um novo ordenamento com a mudança de sentido de algumas ruas e até o encerramento ao trânsito de outras, parece não acontecer assim, antes irá ficar tudo na mesma!... Na nossa opinião, a Câmara deveria ter informado os cidadãos sobre o que vai mudar e não sobre quem mudou, para que, antecipadamente, os lajenses pudessem ajuizar se a iniciativa contribui para um melhor ordenamento e segurança da nossa Vila.

Esta forma de governar, constitui um paradigma de que a democracia participativa ainda não chegou até nós. Quando tal acontecer, os cidadãos serão muito mais responsáveis e actuantes na busca do bem comum e do seu futuro. 

ver novo post em: http://lajes.blogspot.com

 

publicado por sim às 13:24

Continuamos dependentes de quem não quer mesmo mudar o «status quo» duma Vila que já foi Vila e que agora só é conhecida porque tem o Whale Whatching, o Museu, o Grupo Coral e a Semana dos Baleeiros. O resto nem sequer a Câmara sabe gerir. E segundo se sabe a zona balnear da Lagoa de Cima vai também desaparecer por via da construção da marina ou lá o que seja que se queira fazer na bacia interior do Porto Lajense. De certo que os banhistas tem o local privilegiado, que é a Poça do Pano, a Poça da Baleia e a Maré, mas mesmo esse local está completamente desprezado e é um perigo para velhos e novos o acesso ao local. No entanto é lá que há limpidas águas sem poluição e há silêncio quanto baste. No entanto nada ainda se fez para se melhorar tal lugar e os seus acessos. A época balnear terá em breve início, mas a Sra. Câmara que é da responsabilidade da Sra. Sara e do Sr. Professor Universitário(?), Chefe de seu Gabinete tem a incumbência de nada fazerem pelas Lajes. É triste, mas até os sinais de trânsito e o próprio trânsito... ficou tudo como dantes...As ideias logo que não partem daquelas duas cabeças ornamentadas nada feito. E cada vez vamos regredindo mais. Até um dia...Mas infelizmente, é com muita pena que o escrevo, não será para os meus dias que vou ver a minha querida vila das Lajes a ocupar o lugar que merece no contexto Picoense.
Trancador a 31 de Maio de 2007 às 01:09

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
17
18

20
21
22
24
25

27
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO