Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

30
Mai 07

A recente nota da Presidência publicada na Página Autárquica de O DEVER (por que não publicá-la também no site oficial do Município?) dá a entender que aquilo que os lajenses há muito reclamam - um novo ordenamento do trânsito - afinal não vai acontecer. A Sra Presidente anuncia a substituição de sinalização existente e  a colocação de nova...em locais onde aquela é deficiente ou até inexistente.

Oxalá não inundem as esquinas das casas da vila com demasiada sinalética, e não conspurquem a imagem urbana com sinais verticais, e optem por sinalização horizontal (pintada no chão) que surte o mesmo efeito e não polui a paisagem urbana.

Quando todos esperávamos (e alguns lajenses haviam sugerido) um novo ordenamento com a mudança de sentido de algumas ruas e até o encerramento ao trânsito de outras, parece não acontecer assim, antes irá ficar tudo na mesma!... Na nossa opinião, a Câmara deveria ter informado os cidadãos sobre o que vai mudar e não sobre quem mudou, para que, antecipadamente, os lajenses pudessem ajuizar se a iniciativa contribui para um melhor ordenamento e segurança da nossa Vila.

Esta forma de governar, constitui um paradigma de que a democracia participativa ainda não chegou até nós. Quando tal acontecer, os cidadãos serão muito mais responsáveis e actuantes na busca do bem comum e do seu futuro. 

ver novo post em: http://lajes.blogspot.com

 

publicado por sim às 13:24

Novamente de anónimo a 30 de Maio de 2007 s 19:14

Caro Observador... o que dizer de você.. hmm. Bem, você pode observar muito mas em termos de raciocínio lógico para interpretar o que vê é um zero à esquerda.
Passo a explicar de forma a que (até) você consiga perceber:
Através dessa frase estava a mostrar o quão ridículo foi o seu comentário ao tentar corrigir o meu. Erros daquele género são habituais, ficando o receptor com a missão de interpretar o lapso do emissor. A quem falta capacidade de corresponder a tal “obrigação” corre o risco de fazer papel de parvo, como você, mas deixe estar, nem todos podem passar a inglês técnico.
Gostei da referência ao primeiro ditado popular, mostra que capacidade para reter informação você possui, agora resta saber se alguém teve de lhe explicar o significado desse ditado para você o compreender.
Anónimo a 3 de Junho de 2007 às 21:49

A minha intenção era realmente essa. Corrigir o Português. Li que agora teve mais cuidado, apesar de me parecer que por aí houve «Espírito Santo de orelhas», Uma transformação tão radical na escrita não se obtém dum momento para o outro. Será que o seu «professor» veio agora em sua defesa? Acerca da sua insolência não a retribuo. «QUEM DÁ O QUE TEM, A MAIS NÃO É OBRIGADO!»
Observador a 4 de Junho de 2007 às 15:30

Novamente de anónimo a 30 de Maio de 2007 19:14.

Voce é engraçado meu caro observador (arrogância à parte of course).

Apareça por cá mais vezes.. pode ser que tenhamos mais destas trocas de caricias...
Anónimo a 4 de Junho de 2007 às 15:36

Que fique bem claro que não admito piropos desses. Se gosta que lhe passem a mão pelo pêlo, não sou desses. Não se confunda...
Observador a 4 de Junho de 2007 às 23:07

Caro observador
Por favor, corrija-me os últimos cadernos de Lanzarote. Bjs
Saramago
Anónimo a 5 de Junho de 2007 às 02:05

Só se o «Chefe» me fizer o favor de mos emprestar, porque não os possuo, porque não tive resposta às cartas...Lave-se e cuide melhor da sua imagem.
Observador a 5 de Junho de 2007 às 16:20

Caro anónimo

Como diria o tio Adolf: "Autarcas e apoiantes destes é fazer um feixe com eles e lançá-los ao lixo." Mas só depois de incinerá-los, Eh, Eh!
Também a quem é parente ou amigo dos apoiantes, Eh, Eh.
Não esquecendo os que moram na mesma rua ou na mesma freguesia, por causa da contaminação, Eh, Eh.
Ah, que saudades da noite de cristal...
Bjs lavados, mas não deslavados!
Chefinho a 5 de Junho de 2007 às 18:11

incinerados
ai, ai
Anónimo a 5 de Junho de 2007 às 20:04

“QUEM LAVA OS PÉS AOS BURROS PERDE O SABÃO E O TEMPO!”

Ora, se o burro tem os pés sujos, não vejo por que não deva lavá-los. Pois, é certo que perderá algum sabão, mas, quanto ao tempo… ao limpar as extremidades, ainda se interessa por alguma em particular. Não se entusiasme!

E é tempo de acabar com a discriminação do burro, uma vez que existe para aí cada bruto (doutor e engenheiro) que quando comparado com o animal, coitadinho deste.

Um grande xi coração e sempre ao seu dispor

Chefe Lavado
Liga de Protecção de Animais a 6 de Junho de 2007 às 20:12

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
17
18

20
21
22
24
25

27
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO