Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

05
Fev 06
Há alguns meses descobri o site do município das Lajes, cuja apresentação mereceu os mais rasgados elogios. Mas como não basta ter um site na net, é necessária uma constante actualização, aqui vai o meu reparo, que é também um protesto.

1. Não é admissível que ainda não esteja na página o plano e orçamento para o corrente ano, recentemente aprovado.

2. Não é admissível que a Câmara não vá dando informação sobre o desenrolar dos projectos em curso, que constituem as obras mais emblemáticas do município. Os cidadãos e os lajenses residentes ou não têm o direito de ver o desenrolar das obras do campo de futebol, da fábrica da baleia, do forte de Sta Catarina. Sabem porquê? Porque isso provoca a auto-estima e o orgulho na sua terra.

3. Mas não basta apenas ter um site, cuja primeira página constitui um cartaz dos filmes a exibir (aliás parece que a Câmara virou agora em "magano",- com o devido respeito pelo Sr. Manuel Simas, já falecido, que proporcionou a tantos picoenses o gosto pelo cinema- pois não tem mais nada a dizer no seu site e na pág. autárquica de O DEVER, se não anunciar a próxima fita...

4. Não basta ter um sítio na net. É preciso carregá-lo, assiduamente. com informações.
A Câmara não paga bem a um senhor e respectiva empresa de Évora para efectuar essa tarefa? Então? É só promover os poetas e literatos de fora? Pudera! Quando não há raízes que liguem as pessoas a uma determinada terra, quando não há uma matriz cultural que liga o cordão umbilical ao Pico, quando as ligações são meramente interesseiras ou comerciais, é isto que acontece. Por isso é que não gosto de "estrangeirados". Temos gente aqui que sabe fazer tão bem como os de fora. E com uma vantagem. Estão sempre aqui e sentem a terra como sua. Não são mercenários.

P.S. Recomendo a quem pretender seguir a vida nas Lajes, que se ligue ao espaço thalassa e veja ao menos o movimento na pesqueira.
publicado por sim às 23:21

Qual foi a sétima freguesia? De Galegos estamos fartos...
escritor
</a>
(mailto:)
Anónimo a 11 de Fevereiro de 2006 às 22:07

Até poderiam ser uma duzia...era igual...Desculpem!galega
</a>
(mailto:)
Anónimo a 7 de Fevereiro de 2006 às 12:34

Vou referir o nome das freguesias: Ribeirinha, Piedade, Calheta, Ribeiras, Lajes e São João.
O resto são lugares como Sta Cruz e Sta Bárbara da mesma freguesia, ou Silveira, Terras, Ribeira do Meio e lajes, da freguesia das Lajes. picaroto
</a>
(mailto:lajespico@sapo.pt)
Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 22:42

desculpem, 7 freguesias...galega
</a>
(mailto:)
Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 13:26

Há algum tempo que procurava este site camarário...descobri-o;e também tal foi o meu espanto quanto o do leitor,não há nada de novo...O concelho tem 6 freguesias e todas elas estão mudas...galega
</a>
(mailto:)
Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 13:22

Fevereiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17

19
20
21
22
24
25

26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.