Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

02
Jul 07

Estamos a menos de dois meses da Semana dos Baleeiros e ainda não se conhece o programa. Sabe-se que vem este e aquele artista, mas mais nada.

Manifeste neste blog a sua opinião, que, certamente, será tomada em conta pela organização dos programas cívico e religioso.

Para ajudá-lo a pronunciar-se lanço algumas sugestões:

1. Concorda ou não que o primeiro dia - Domingo, tenha apenas actos litúrgicos?

2. Concorda ou não que os eventos do programa se realizem à noite? ou deveríam preencher outras partes do dia? E com que iniciativas?

3. Pensa que a Semana dos Baleeiros projecta e divulga, convenientemente,a antiga actividade? Que mais se poderia fazer além das tradicionais regatas do sábado: encenações de arriadas à baleia, visitas guiadas à fábrica, aos caldeiros do caneiro, pequenos percursos em botes acompanhados de antigos baleeiros que explicariam a palamenta e contariam as suas histórias de vida? Jogos tradicionais na Lagoa? Exposições de literatura de temática baleeira, de fotografias, exibição de filmes? Conferências? Exposições de artesanato?

4. Acha que se deve melhorar a iluminação festiva? E o parqueamento e sinalização do trânsito satisfazem?

5. Devem ser alteradas e melhoradas as barracas de comes e bebes? Devem estar concentradas ou dispersas?

6. Concorda com as despesas feitas na contratação de grupos musicais continentais, ou deveria também dar-se oportunidade a grupos locais e açorianos? A noite do fado deve voltar ao Largo de São Pedro?

7. É eficiente e atempada a promoção da Semana dos Baleeiros no exterior, nomeadamente nas outras ilhas, no Continente e junto da comunidade emigrante da América do Norte?

 

Deixe nos comentários a sua opinião. Participe! A festa é NOSSA!    

 

publicado por sim às 12:36

Para já solicitava à Câmara que retirasse do site o programa de 2006, pois pode gerar confusões, ou introduza-o num arquivo com os dos anos transactos.
A informátiva permite isso e muito mais. E já agora, pode também colocar no arquivo fotos da semana dos baleeiros que, essas sim, podem constituir promoção e atractivo para quem nos quiser visitar nessa altura.
Vigia da Vila a 2 de Julho de 2007 às 18:03

Em Setembro passado, mal acabou a Semana de 2006, iniciei o "Castelete Sempre" com uma série de textos em que disse o que pensava de futuras Semanas. os referidos textos ainda lá estão, e neles dou a minha opinião, respondendo a algumas das questões levantadas por este post.
Porque penso que estas organizações são projectadas "à distância" de um ano, no mínimo, não tenho qualquer dúvida que o Programa de 2007 já estará, de há muito, delineado e concretizado.
A cerca de 2 meses do acontecimento, julgo que apenas se poderão afinar este ou aquele aspecto, nada mais que isso.
Não sei o que se projectou.
Espero que se tenham melhorado algumas situações que me pareceram anómalas, como por exemplo, o exagero de barulho até alta madrugada nas ruas da Vila.
É claro que há perguntas feitas neste post, cuja resposta é óbvia; "concorda que se melhore..." só pode ter concordância de quem responde.
Mas é salutar que se discutam estas questões. Com uma nota: não a 2 meses do acontecimento. Essa discussão de há muito que deveria ter preocupado tantos interessados.
Espero que a Semana 2007 prestigie o Concelho.
jose augusto soares a 2 de Julho de 2007 às 22:39

Está na altura de mudar!

O figurino da Semana dos Baleeiros tem de ser alterado. Menos dias? Mais festa? Uma festa mais nossa, com menos importação continental. Não só pelos custos económicos inerentes, como também pela organização que se mantém quase idêntica ano após ano, muito antes da chegada dos eruditos da cultura.

Mas já que estão cá e pagos a peso de ouro, mostrem aquilo que valem. Inovem! Têm 7 dias em Agosto para atrair às Lajes públicos de todas as ilhas, numa festa que deve apostar na singularidade, longe de qualquer simples espectáculo de verão igual a tantos outros. Vamos mostrar o que temos de melhor.

Para isso impõe-se estabelecer protocolos com as transportadoras marítimas e aéreas, porque sem gente nada se faz. E acima de tudo na deslocação por terra até às Lajes. É neste aspecto que as Lajes perdem para os concelho vizinho: as acessibilidades.
Anónimo a 3 de Julho de 2007 às 10:51

Iluminação!
Só me vou referir a este item.
Não seria ainda possível fazer-se em contraplacado leve, o recorte de duas baleias pintadas de azul, presas pela cabeça, e a cauda presa ao meio dos mastros de suporte, formando o arco e debruadas com com luzes?Gostaria de fazer o desenho, mas aqui é-me impossível . No entanto, penso que as pessoas entendem a minha ideia. Não ficaria condizente com a semana?! e mudar-se-ia o habitual visual?Aqui deixo uma sugestão.
Lajense Longe a 3 de Julho de 2007 às 19:21

É preciso arame e luzes à volta. Qualquer electricista faz isso com um desenho. Basta só boa-vontade e o desenho?
Falta alguma?
Basalto Negro a 3 de Julho de 2007 às 21:15

C’um catano,
concordo mesmo com o sr Soares sobre o ruído durante a noite. Se calhar as discotecas tem de estar fora das Lajes. Ou então fazer concertos acústicos, tipo Semana dos Baleeeiros Unplugged
E que tal uma feira de gastronomia com tascas de vários locais do país?
Eu gosto muito de linguiça com inhame e torresmos, mas c’um catano, também é bom variar.
E quem quiser vender, ao menos que saiba apresentar a sua morcela!
É destes eventos culturais que eu mais aprecio: toda a cultura que é p'ra comer.
C’um catano!

Patriota d'uns actos a 3 de Julho de 2007 às 23:59

Há um novo post em http://lajes.blogspot.com
lajense a 4 de Julho de 2007 às 00:21

Ha coisas que nao podem ser alteradas porque vem desvirtuar o visual dum evento. O facto do arco da pesqueira incomodar muitos dos que agora por tudo e por nada se dizem ecologistas nao e motivo para que a Semana dos Baleeiros tome outro rumo. Hoje como ontem estamos aqui e aqui estivemos sempre a ver sair os botes e as lanchas para a faina da baleacao. Agora o que poderemos alterar da historia sera apenas e so a possibilidade de num futuro muito proximo deixarem de existir baleeiros e nessa altura sim, teremos de alterar o nome da Semana para outro qualquer, como a Semana dos Escritores ou Semana dos Intelectuais ou Semana dos Ecologistas. Mas enquanto isso nao acontecer e houver um baleeiro vivo no Pico e no Mundo, porque nao e so aqui que eles estao vivos ainda, nao alterem o figurino nem o visual da Semana dos Baleeiros. O resto vira por acrescimo e por favor nao se esquecam de incluir uma noite de Chamarritas e vao ver o povo que ali vai acolher, mas com o "terreiro" montado em varios locais, porque felizmente ainda eles existem!!!
Anónimo a 8 de Julho de 2007 às 15:30

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO