Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

08
Jul 07

Novo post em: http://lajes.blogspot.com

 

 

 

A Casa da Maricas Tomé permanece assim...

 

O tecto da Casa dos Botes, continua assim...

 

As obras do Caneiro ficaram assim...

 

É preciso explicar a quem passa e nos visita, porquê isto acontece, qual a entidade(s) responsável e o que está a ser feito para resolver estes casos.

É a (má) imagem das Lajes que sai prejudicada. Os lajenses têm o direito de exigir que os seus governantes e instituições cuidem bem da Vila. 

publicado por sim às 21:57

Comentários para quê?
Anónimo a 9 de Julho de 2007 às 22:56

Estes problemas já estão de tal modo batidos que mais vale aceitar que com esta Câmara nada disto vai mudar.

Já se deram conta que o "cerrado" a que chamam parque de estacionamento vai para mais de 5 anos?????????
Anónimo a 10 de Julho de 2007 às 09:54

Mas...«Água mole em pedra tanto dá até que a fura!» Nunca será demais estes «escarros» serem denunciados.
Anónimo a 10 de Julho de 2007 às 14:49

Fiz uma breve viagem pelo universo das Lajes do Pico poque um amigo das ilhas me sugeriu. Acho uma vergonha - caso os factos sejam verdadeiros - que a Sra. Presidente tenha nomeado o seu marido como assessor político!!!

Quando abri o site da CMLP nem quis acreditar: os livros do marido e dos amigos do marido. Acho uma vergonha nacional.
Anónimo a 11 de Julho de 2007 às 00:19

Isso tem sido tema recorrente por estas bandas. Tirando um ou outro caso daqueles que vivem à sombra da Câmara, não há ninguém que fique indiferente a tamanha pouca vergonha. Mas isso ainda vai ter fim um dia. Este assessor da presidente da câmara fica na história como o tacho dos tachos. Tudo em família. É que não é só os livros, como também esse senhor acumula dois ordenados pagos pelo orçamento de Estado.
Anónimo a 11 de Julho de 2007 às 10:33

Alguém me explica o que é que a câmara tem a ver com a casa da Maricas Tomé?
Se vamos, também, culpar o chefe pelo aquecimento global, terrorismo, etc, então desresponsabilizamos os verdadeiros culpados e o problema nunca mais se resolve.
O seu a seu dono.
Anónimo a 11 de Julho de 2007 às 19:33

Aí é que se engana! A Câmara tem a ver com tudo o que se passa no concelho e que possa ter impacto directo na vida dos cidadãos. No limite, podemos sempre dizer que a Casa da Maricas Tomé, como os antigos edifícios da Planifico junto ao BALEEIRO, oferecem perigo iminente para a segurança de todas aqueles que diariamente circulam em ser redor, muitos deles sem se darem conta desses perigos.
Só uma Câmara desligada da realidade, centrada em questões menores como quezilías familiares, perde força de actuação no espaço público e deixa de para trás assuntos essenciais como os levantados neste post.
Quando a Câmara só pensa em revistas magma, livros, teatrinhos e chefinhos, pouco sobra para o principal.
Anónimo a 11 de Julho de 2007 às 22:44

Está a sugerir que se entaipe ou terraplane as casas da planipico ou da maricas tomé?
Aliás, não está a sugerir nem deixar de sugerir, aproveita é para dizer mal de um assunto que não lhe diz respeito.
Qual maricas tomé, qual planipico...
Anónimo a 11 de Julho de 2007 às 23:01

Meu caro,

quais sugestões?
Limitei-me a levantar um problema que está à vista de todos. É à Câmara, junto dos proprietários desses edifícios e se necessário recorrendo aos mecanismos existentes na lei, que cabe resolver a questão, a bem da segurança de todos.
Este assunto, como qualquer outro que exista nas Lajes, diz-me tanto respeito como a qualquer outro lajense que aparece neste blog a emitir as suas opiniões.
Um conselho:quando não tiver nada de interessante para escrever não recorra aos comentários alheios para mostrar um vazio de ideias.
Anónimo a 11 de Julho de 2007 às 23:14

Assim é que a gente se entende. Quando se encolherem-se, se esconderem para blufs e jogos de bastidores é que não.
Está a ver, até tem uns argumentos jeitosos. Não precisa do jogo sujo dos ataques pessoais.
Bem, é caso para dizer que a (in)experiência também conta na transmissão de projectos.
Ficamos todos contentes quando encontramos soluções para as Lajes.
Anónimo a 12 de Julho de 2007 às 00:01

A Câmara não tem nada a ver com a casa da Maricas Tomé? Alguma Câmara permitia manter esta (e outras) casa assombrada no coração do Burgo? Alguém consegue imaginar uma situação destas no centro de São Roque do Pico? Pior cego, é o que não quer ver! Paciência...
Anónimo a 11 de Julho de 2007 às 21:10

Claro que a Câmara tem a ver com a casa da Maricas Tomé porque esta pertence à edilidade e cedeu-a à segurança social para ali fazer repartições e o mais que não se sabe porque a câmara, não tem coragem de retirar ao Governo ou de dar-lhe um razo para o início das obras, porque não sabe o que lá fazer. Não tem projecto para ali, nem quer dar o braço a torcer a vender o edifício para ali se construir uma unidade hoteleira de pequena/média dimensão como toda a gente defende.
A Câmara também tem a ver com os imóveis da planipico que mais não seja por uma questão de segurança/protecção civil. Como estão os edifícios, sobretudo o da antiga pensão velha, aleaçam com a integridade e segurança das pessoas e veículos, em caso de sismo. Não é a autarquia que zela pelo património e urbanismo? então? por que não conversa com os proprietários?
Falta coragem para bolir com certos interesses!...
E já agora, por que não retira a concessão dos terrenos do campo de golf no Mistério e encontra outros investidores?
Falta iniciativa, determinação e competência!!!
São demasiadas evidências!...Como dizia a canção do Fanhais: Vemos ouvimos e lemos, não podemos ignorar"...
José de Brum a 11 de Julho de 2007 às 23:26

Assim é que a gente se entende. Quando se encolherem-se, se esconderem para blufs e jogos de bastidores é que não.
Está a ver, até tem uns argumentos jeitosos. Não precisa do jogo sujo dos ataques pessoais.
Bem, é caso para dizer que a (in)experiência também conta na transmissão de projectos.
Ficamos todos contentes quando encontramos soluções para as Lajes.
Anónimo a 12 de Julho de 2007 às 00:03

Vamos lá a nos entender. O campo de golf está a ser negociado. Se existe demora na sua resolução ela prede-se com problemas dos administradores da Picogolf e não com a Camara.
Não estou a defender a autarquia mas a pôr os pontos nos iis.
Porque não indagam os verdadeiros responsaveis, do atrazo, turisticamente falando, dessa zona? Seria interessante e acabar-se-iam as suspeitas.
anonimo a 14 de Julho de 2007 às 16:31

Assim, estamos a nos entender. A verdade é como o azeite, vem sempre para cima.
Quais são os admistradores responsáveis pelo atrazo?
O seu a seu dono, é o meu lema.
Anónimo a 14 de Julho de 2007 às 19:07

Pelos vistos ainda há quem defenda situações como estas das fotos. A culpa não é só da Câmara, mas toda a gente sabe que é acima de tudo da Câmara, que tem obrigação de evitar a todo o custo que isto aconteça. Pobre povo este que ainda defende este tipo de administração.... Não merece melhor de facto!
Anónimo a 12 de Julho de 2007 às 00:52

Estas fotos são pontos negros na nossa linda Vila, votada ao abandono durante anos e anos.
Cabe aos verdadeiros lajenses a defesa da sua terra, lutando contra estas vozes que acham que está tudo bem e que a Câmara deve continuar a sua política de teatros, revistas e chefes.
Com esses não se pode contar para nada!!!! É muito difícil obrigar alguém a cuspir na sopa que lhe é posta à frente.
Anónimo a 12 de Julho de 2007 às 13:36

E pegando no assunto ventilado do Campo de Golf , porque é que a Presidente da Câmara não tem a hombridade e a capacidade para definir quais as estratégias para aquele recinto, já que sabe haver uma empresa interessada em rentabilizar tal espaço. Mais uma vez é para vir para a página autárquica dizer que fez isto e aquilo e ao fim e ao cabo não fez, nem deixa fazer, o que é muito pior?!
Anónimo a 12 de Julho de 2007 às 19:21

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO