Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

19
Set 07

Em 2005 fomos o concelho picoense com o mais baixo poder de compra (206 a nível nacional). Em primeiro lugar ficou a Madalena (147) e São Roque (188).

Em 2005 o concelho das Lajes do Pico ficou em 13º lugar no computo dos 19 concelhos da Região, relativamente ao poder de compra.

Em 2005, o concelho das Lajes do Pico ocupou a 206ª.  posição a nível nacional entre os 309 concelhos com maior ou menor poder de compra de Portugal.

Mesmo assim os cidadãos deste concelho, em 2005, tiveram um poder de compra per capita que rondou os 60% da média nacional.

Não será o poder de compra um bom indicador e um critério de análise da "qualidade de vida", em que entidades locais prometeram apostar?

 

publicado por sim às 18:30

é apensa um indicador, não pode concluir tanto com esse indicador apenas. Seria interessante verificar em que lugar se situou o Corvo, provavelmente acima das Lajes, será que os corvinas têm uma boa qualidade de vida? Pode ser que sim para algumas pessoas, mas para mim não. Portanto, com esse indicador apenas não pode concluir que o nível de vida nas Lajes é bom.
Ribeirense a 19 de Setembro de 2007 às 19:09

As Lajes tem menor poder de compra que o Cais e Madalena.Pudera.O maior empregador é o Governo.
Analizem e vejam as estruturas oficiais que foram transferidas das Lajes para esses lugares.
Esta situação pesou e muito na vida social dos lajenses.
anonimo a 19 de Setembro de 2007 às 23:16

Ouvi dizer que já há resposta do Provedor Geral da República sobre o caso "ChefedeGabineteGate".. agora ninguém fala nisso... Porque será?
Anónimo a 21 de Setembro de 2007 às 10:51

Falar quem?!!
Ah coitaditos...esses
Agora so lhes resta um assunto....
O caminho do Bairro...........
Anónimo a 21 de Setembro de 2007 às 16:23

Como é possivel um advogado de alto gabarito, como o sobrinho do Manuel Luis, não saber as leis?
E o senhor Almerindo?
joao sa sa a 24 de Setembro de 2007 às 18:48

Os próximos resultados serão por certo melhor.
Se o chefe se recensear nas Lajes o seu rendimento (fora comissões) irá equilibrar o mau poder de compra
Anónimo a 21 de Setembro de 2007 às 13:34

O Caminho do Bairro?

O caso do chefe, próximo das eleições, será falado até no Continente sob o título Évora Conection. E, depois, o caminho mais provável será o Olho da Rua com previsível regresso à sua condição de miserável.
Anónimo a 22 de Setembro de 2007 às 09:51

POR FAVOR NÃO BATAM MAIS NO DESGRAÇADO DO MARIDO DA SRA. PRESIDENTE. ELE CHEGOU AQUI COM UMA MÃO ATRÁS E OUTRA ADIANTE E VAI SAIR DAQUI COM UMA MÃO NA CABEÇA E OUTRA NO CORAÇÃO? AI OS MEANDROS DESTA VIDA...
TRANCADOR a 24 de Setembro de 2007 às 00:00

A qualidade de vida é um conceito ligado ao desenvolvimento humano.

Não significa apenas que o indivíduo ou o grupo social tenham saúde física e mental, mas que esteja(m) bem com eles mesmos, com a vida, com as pessoas que os cercam, enfim, ter qualidade de vida é estar em equilíbrio. E esse equilíbrio diz respeito ao controle sobre aquilo que acontece a sua volta, como por exemplo, sobre os relacionamentos sociais. Mas se o indivíduo não tem ou não consegue ter esse controle, poderá controlar a maneira com que reage a esses acontecimentos, essas ações.

Também para garantir uma boa qualidade de vida, deve-se ter hábitos saudáveis, cuidar bem do corpo, ter tempo para lazer e vários outros hábitos que façam o indivíduo se sentir bem, que tragam boas conseqüências, como usar o humor pra lidar com situações de stress, definir objetivos de vida e, o principal, sentir que tem controle sobre a própria vida.


Os conceitos bem-estar e de saúde incluem a maximização da qualidade de vida de qualquer indivíduo através do desenvolvimento do total potencial humano.

Entende-se por qualidade de vida, QV, a percepção do indivíduo tanto de sua posição na vida, no contexto da cultura e nos sistemas de valores nos quais se insere, como em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações. É um amplo conceito de classificação, afetado de modo complexo pela saúde física do indivíduo, pelo seu estado psicológico, por suas relações sociais, por seu nível de independência e pelas suas relações com as características mais relevantes do seu meio ambiente.

É, portanto, um termo amplo que concentra as condições que são fornecidas ao indivíduo para viver como ele pretende.

QV envolve factores relacionados com a saúde, tais como, o bem-estar físico, psicológico, emocional e mental, mas também elementos não relacionados, como a família, amigos, emprego ou outras circunstâncias da vida.
Joao sa sa a 24 de Setembro de 2007 às 18:46

Indepentemente se tem ou não razão estou-me nas tintas.Gostaria de perguntar a quém apoia a situação do marido da presidente se pode empregar uma pessoa e lhe pagar o ordenado sem o funcionário ir ao trabalho?Ou então fazer como se fáz nas Lajes Paga-se o ordenado mas não se paga a caixa querem exemplos?Pastelaria ,e o Pai manda fiscalizar oos outros,Cabeleireira,também alem de pagar mal também não paga a caixa,mas o cambadinho quando estava no serviço também lixava quém podia.E agora são todos uns senhores era bom que olhassem para o espelho pois quem tem telhados de vidro nãoa envia pedras ao do vizinho.Por qui me fico mas tenho mais na manga
Sem Papas a 1 de Novembro de 2007 às 22:01

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO