Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

29
Jan 06
Foi hoje inaugurado o novo restaurante Ponta da Ilha.
Parabéns aos proprietários que serviram muito bem e acolheram dezenas de convidados de toda a ilha. Parabéns, sobretudo porque demonstra a vitalidade de uma zona da ilha, cuja população se tem empenhado em transformá-la e em demonstrar que a ponta, virada a São Jorge e à Terceira é um destino valioso.

Folgo também em saber que no Soldão vai ser construido um Hotel SPA, por um grupo económico há muito ligado às Lajes. Valeu a pena a persistência dos empreendedores que acreditam que as Lajes vale muito mais que quem a serviu, publicamente, nas últimas décadas.

As Lajes não valem só o castelo, o campo de futebol e a fábrica da baleia, cujas instalações após a inauguração poderão ser pasto das teias de aranha.
As Lajes precisam de mais vida, de mais empreendimentos, de gente de fora ou de dentro com novos projectos e ideias que não se reduzam ao café do lajense, ao Lagoa ou ao Ritinha, É bom mas é muito pouco.
As Lajes precisam de se abrir a novas ideias e por sso precisam de erguntar a quem sabe, o que se pode fazer daquele espaço e de tantas potencialidades que o mar do sul lhe deu durante mais de cem anos.
As Lajes valem a pena, mas precisam de responsáveis que olhem para ela com interesse e com saber. Não tateando nas opções a tomar sobre o Cruzeiro, sobre o Caneiro, sobre o campo de futebol antigo, sobre a estúpida calçada sem história, sobre o desenvolvimento urbano da periferia e do centro.
As lajes valem a pena com todos, mas todos têm de participar no seu futuro, nomeadamente os lajenses que estão fora, cuja visão de outros pequenos e grandes mundos pode dar importante contributo para a mudança.
Acabe-se com os "inteligentes" que atrás de um copo oferecido para pagar um favor, ditam projectos inconsequentes e sem interesse.
Acabe-se com os maldizentes do Cruzeiro que aplaudem os interesses instalados e não olham para o que está (mal) feito no antigo jardim da Vila.
Todos somos responsáveis pelo nosso porvir.
publicado por sim às 00:03

Já agora pergunto ao presidente da junta Da Piedade, quando é asfaltado o caminho da Engrade entre a manhenha e a Casa do Oleiro, Ponta da Ilha. Olhe que os restaurantes e os grandes investimentos necessitam de bons acessos...castelete
</a>
(mailto:lajespico@sapo.pt)
Anónimo a 29 de Janeiro de 2006 às 00:09

Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.