Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

12
Nov 07

750 mil euros é quanto o Governo  tenciona gastar nas obras de ampliação da Escola B/Secundária das Lajes, no próximo ano. Está também consignada uma verba de 200 mil contos para a futura Escola da Ponta da Ilha (sic), na Piedade. 

De resto, os investimentos governamentais, resumem-se a 400 mil euros para o lar da S.ta Casa, para a construção de uma garagem para os bombeiros, para a conclusão da orla marítima, ampliação do Museu e para o arranjo da estrada regional à entrada da Vila.

Nada que justifique lançar foguetes ou bater palmas.

Enfim, são os efeitos de não ter a devida, necessária e justa representatividade partidária na Assembleia Regional e no Governo, se bem que os lajenses continuem a dar os seus votos, maioritariamente ao PS.

Ao contrário do que seria de esperar, o Conselho de ilha não se pronunciou sobre o Plano e orçamento para 2008, como o fizeram os conselhos das Ilhas Graciosa, São Jorge, Faial, Terceira.

Será que o Presidente desta instituição porque está manifestamente satisfeito com os projectos agendados para o seu concelho, prefere calar-se e não reivindicar o que quer que seja para não prejudicar a sua fronteira?

Com autarcas e políticos destes, a "realidade Ilha" é uma farsa, porque se espezinham populações cujos anseios ficam relegados para um futuro indeterminado...

 

 

publicado por sim às 23:00

NUNCA A BOCA TE DOA DE DIZERES VERDADES COMO ESTAS E, AINDA ACRESCENTO, O QUE IRÃO FAZER NA ESCOLA B/S DAS LAJES? AUMENTÁ-LA PARA O CAMINHO OU PARA A CASA DO JAIME MARIA OU DA D. FÁTIMA OLIVEIRA? QUEREMOS SABER O QUE SE PASSA COM O PROJECTO E O QUE É QUE LÁ ESTÁ FEITO. ASSIM NÃO VAMOS A LADO NENHUM. OS LAJENSES NÃO TEM VOZ , PORQUE OS POLÍTICOS LAJENSES SÃO UNS POBRES COITADOS....
TRANCADOR a 13 de Novembro de 2007 às 22:15

Os lajenses não têm voz porque não querem. Acaso não tem instituições culturais, sociais, politicas e autárquicas? Acaso não têm uma rádio local - a Rádio Montanha- ou um jornal - O DEVER? porque não participam mais activamente? Não escrevem, não falam abertamente, não contestam de viva voz?
Falta-lhes o quê? Ou preferem pronunciar-se através de caciques que só tratam do que é seu e dos seus interesses e não olham ao bem comum? E os professores da escola, não existem, não comentam, não têm ideias? ou são indiferentes ao local onde vivem?
Os lajenses têm culpa de tudo o que está a acontecer. Não toda, mas uma quota parte cabe-lhes nesta responsabildade de encontrar e perseguir um futuro melhor.
Vigia da Vila a 13 de Novembro de 2007 às 22:41

Afinal o vigia da vila não vê só baleias!
Tambem deita "faladura" e muito bem.
Só é pena culpar os lajenses de não escreverem para o Dever, e ele escreve?
Se o não faz, devia faze-lo, mas não no anonimato.
Com a genica que escreveu aqui,seriam muito uteis os seus escritos de opinião.
Força e terá o meu apoio.
anonimo a 14 de Novembro de 2007 às 00:40

“Pela primeira vez na história dos Açores, o Orçamento da Região para 2008 ultrapassa a barreira dos mil milhões de euros – mais concretamente, 1.016,3 milhões de euros –, e o Plano de Investimentos ascende a 692 milhões de euros(...) In http://www.jornaldiario.com/ver_noticia.php?id=12814.
Nunca houve tanto investimento público na história dos Açores. Quem o recebe? As ilhas que são viciadas em investimento do estado: S. Miguel, Terceira e Faial. E as ilhas que dele necessitam, ou seja as ilhas de coesão: Corvo, Flores, S. Jorge, S. Maria. De fora fica a ilha dos tansos do costume, qual será?
Nunca é demais lembrar que os deputados da ilha, nomeadamente os do PS, tem o dever de repor esta injustiça. Se o partido do governo não aceita negociações, devem, como qualquer indivíduo com o mínimo de dignidade, votar contra o orçamento de 2008 e submeterem-se à disciplina partidária. Claro que lhe faltam os tomates para o fazer.
Assim, a orientação para os picoenses em 2008 deve ser votar em quem tenha tomates para defender o Pico e, por lado, mostrar indignação a estes srs “funcionários da assembleia” e governo regional, através de apupos, pateados e vaias, onde quer que eles se passeiem. É o único dever cívico que resta aos Lajenes, o direito à indignação.
Paulo Pereira a 15 de Novembro de 2007 às 11:42

Procurem melhor. Há mais investimentos por todo o concelho. Adrecitem em melhores dias e deixem-se de s´~o saberem lamuriar...
Anónimo a 19 de Novembro de 2007 às 13:26

é óbvio que há mais GASTOS governamentais no concelho mas isso é para manter a administração a funcionar. Os grandes investimento s são efectivamente os debnunciados no post.
Anónimo a 19 de Novembro de 2007 às 16:42

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO