Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

12
Fev 08

"O presidente do Governo dos Açores congratulou-se hoje pela decisão de promover a recuperação de mais nove botes baleeiros, “ampliando – no Pico, no Faial e em S. Jorge – esse património formidável e único, que celebra a nossa memória colectiva na esteira da nossa cultura da baleação.”

 

Presidindo à cerimónia de assinatura dos contratos com os mestres construtores navais, Carlos César realçou o facto de se estar a promover a preservação do património associado à caça à baleia, ao mesmo tempo que se possibilita a sua inclusão em novas funcionalidades.

 

O presidente do Governo destacou, igualmente, as obras para a protecção da orla costeira das Lajes do Pico – que visitou –, afirmando ter-lhe cabido, na presidência do Governo, a responsabilidade de dar resposta a uma das mais prolongadas situações de ansiedade e de insegurança que se vivia naquela vila, onde a destruição de bens e o amedrontamento de pessoas pelo mar tempestuoso na sua orla costeira se tornara uma rotina invernosa anual.

 

Agora, um quebra-mar destacado de quatrocentos metros de comprimento – que representa um investimento de mais de 13 milhões de euros – possibilitará um melhor aproveitamento e a criação de condições melhoradas de abrigo na baía.

 

Por sua vez, está a decorrer a bom ritmo a empreitada para a construção do núcleo de recreio náutico e para o reordenamento do núcleo de pescas no interior do porto, prevendo-se a sua conclusão já para o final do próximo mês de Abril.

 

Segundo disse o presidente do Governo, o novo núcleo de recreio náutico terá 81 lugares de amarração e o sector das pescas verá aumentada a sua funcionalidade com um novo cais acostável com cerca de 220 metros, um cais de apoio com cerca de 70 metros e um terrapleno de 500 metros quadrados para o parqueamento das embarcações, tudo isso representando um investimento que rondará os dois milhões e oitocentos mil euros." (GaCS)

publicado por sim às 23:04

Agradecia que alguém colocasse neste blogs, uma foto ou fotos das obras da Lagoa, como estamos longe...

Medina
josé manuel medina a 13 de Fevereiro de 2008 às 16:42

Podes vfer fotos muito recentes no http://lepratecoma.blogspot.com
lepratecoma a 13 de Fevereiro de 2008 às 17:28

Agradecia que alguém colocasse neste blogs, uma foto ou fotos das obras da Lagoa, como estamos longe...

Medina
josé manuel medina a 13 de Fevereiro de 2008 às 16:42

É mentira as obras no porto de recreio foram anunciadas para 68 embarcações mas no final não ultrapassam as 50. O resto são medidas que não trazem mais desenvolvimento às Lajes, esta mesma também não, apenas servirá para justificar que se faça uma Marina como deve ser noutra parte da ilha. Dizem mal da câmara mas o governo faz igual é muita obra cultural e os empregos é um tal tira-los das Lajes para outras partes da ilha, pelo menos a Câmara com as suas obras vai criando empregos e até emprega nelas gente de todos os partidos fruto de concursos honestos claros e abertos.
beiçoca a 13 de Fevereiro de 2008 às 18:08

Ao que parece Carlos Cesar deu por terminada a obra de protecção das Lajes está pronta cumprimos a nossa promessa.
Ai sim e o resto da Vila em especial a parte que vai desde a zona da Residencial do Espaço Talassa até o Ritinha, uma das zonas piores em termos de enchentes?
O que foi feito e foi bom não colocamos isso em duvida foi a protecção do porto das Lajes por assim dizer e mais nada.
Os politicos do PS ouviram e calaram.
O da Ponta da ilha nada diz o outro da Madalena só aparece por aqui uma vez por ano quando o governo cá vem ou então pelas eleições, este está-se burrifando para esta zona da ilha desde o momento que a sua zona da fronteira esteve bem serviço como é normal em que as coisas são pensadas num mês e logo a seguir já aparece projectos e dinheiro para fazer, como é o caso do Jardim ou Parque que por lá vão construir, ou então as obras do porto que custaram mais de dezoito milhões de euros e que todos os marinheiros e comandante da Transmaçor estão contra porque vai provocar instabilidades no interior.
Anónimo a 14 de Fevereiro de 2008 às 12:36

O Muro de proteção das lajes estéticamnte é uma vergonha. Parece que estiveram a gozar com os Lajenses, que fizeram de proposito, os blocos estão todos ncavalitados uns nos outros quando poderiam ficar ireitos como fizeram em certas partes da muralha.
Beiçoca a 15 de Fevereiro de 2008 às 00:55

Aquilo que eu sinto de longe, é que ficamos com excelentes condições para o nosso conselho dar um salto qualificativo muito grande. Só espero que os Lajenses comecem a pensar pela positiva e deixarem-se do mal dizer, porque assim, não conseguimos ir a lado nenhum. Julgo que poderá ser a viragem do marasmo instalado e um futuro muito prospero. Também quero alertar que nem todas infra-estruturas estão prontas, não esquecer o Hotel, não esquecer o campo de golfo, não esquecer o jardim publico, não esquecer o teatro municipal, não esquecer o projecto para o clube naval. Com tudo a funcionar em pleno, não tenho duvidas que as lajes será um local muito apetecível , em todos os aspectos, e como é lógico os dividendos serão enormes.

josé manuel medina a 15 de Fevereiro de 2008 às 12:33

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO