Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

23
Abr 08

Li há dias no Público uma entrevista muito interessante sobre o papel da internet na reinvenção da imprensa.

Um Guru dos media nos EUA, Jeff Jarvis, entre outras sugestões, defende que o autor de um blogue, para ser mais lido, deve, de vez em quando, perguntar ao público que comentário, que notícia ou que denuncia deve ser feita, correndo o risco de haver alguém - trolls - que comente de forma imprópria essa sugestão.

É essa a sugestão que deixo neste post.

Venha daí a notícia, o comentário, a denuncia que lhe aprouver e julgar mais oportuna.

Afinal este blogue, é dos Lajenses!

 

 

publicado por sim às 19:04

Sr lajense, quero desde já fazer a minha denúncia. Isto sem saber até quem é Jeff Jarvis e de ter apenas sabido da existência dos trolls, através do filme “ o sr dos anéis.”
Mas voltando ao que interessa, depois de ler o seu post fiquei estarrecido. Não lhe passa sequer pela cabeça, caro lajense, mas vossemecê está a ser roubado, ou aldrabado – não sei precisar. E sabe-se lá com que intenções...
Vossemecê, ainda não percebeu. E se calhar é o único que ainda não viu, mas alguém na blogosfera começou por lhe roubar, descaradamente, metade do nome do seu blog.
Depois, desavergonhadamente, passou a copiar os seus posts, tendo ainda a lata de mudar sistematicamente o título.
Olhe que ainda pensei em fazer queixa ao provedor da blogosfera, mas já que surgiu esta oportunidade, faço-a directamente a vossemecê.
Cumprimentos
Patriota d'uns actos a 25 de Abril de 2008 às 23:48

já agora gosta de saber quem está a plagiar e onde.
sim a 26 de Abril de 2008 às 10:21

Patriota, nao vez que os blogs sao do mesmo dono...ESTUPIDO!!!!!
Dddaaaaaaahhhhhhhh!!!!!!
Anónimo a 26 de Abril de 2008 às 21:41

Ó retardado, não viste a ironia. Nem com umas cápsulas de Cerebrum vás lá...
Anónimo a 27 de Abril de 2008 às 13:05

Será que não é possível dar a volta a este tipo de atitude, mal tratar as pessoas só porque fazem uma pergunta. O autor do blog o que pretende é que sejam postas ideias novas a circular para serem debatidas e só que à alguém que faz uma denuncia, mas não acusa ninguém, e em vez de denunciarem quem está a prevaricar não senhor mal tratasse é a pessoa.
Tenham paciência meus senhores assim não há quem aguente.
Anónimo a 27 de Abril de 2008 às 16:46

O Dia das petas, e o 1 de Abril, o Dia dos Cornos e a 25 de Abril.
Sera que agora inventaram o Dia das Anedotas?
Anónimo a 28 de Abril de 2008 às 06:52

Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus . Mateus 5:3
Anónimo a 29 de Abril de 2008 às 01:14

Depois de publicado o comentario anterior vi que apresentava erros, derivados do programa de correccao de erros que utilisei, porque estou no estrangeiro e tenho um teclado sem alguns dos caracteres da lingua portuguesa.
Por este facto peco ao administrador do blog para o remover e apresento de seguida o original.

Estando longe das Lajes, gostei de ouvir a reunião da Assembleia Municipal via Radio Montanha.
Estou admirada de ninguém ter comentado na blogosfera .
Na minha opinião a Sra. Sara Santos esta fazendo um trabalho de elogiar. Claro que cada um de nos tem direito a opinar sobre esse trabalho, temos esse direito por sermos cidadãos .
Eu faria algumas coisas de modo diferente, e certamente iria ser criticada.
Quem é eleito democraticamente sabe que com o trabalho encontra a critica, e tem que viver com ela diariamente. A critica tem que ser sempre ouvida, e depois ignorada ou assimilada. Não pode ser vista sempre como critica negativa.
Do meu ponto de vista, existem duas criticas que sempre irão seguir a Sra. Sara Santos.
A primeira foi ter contratado como chefe de gabinete o marido, não é necessário num concelho com as características demográficas do concelho das Lajes existir tal cargo. Mas mesmo que se justifica-se o cargo, não deveria nomear o marido, nem ninguém da família , por uma questão de moralidade e isenção .
A segunda critica , tem que ver com a insistência em construir um Teatro Municipal desajustado da realidade actual do concelho. Já temos espaços culturais suficientes para a situação actual.
Para este projecto ter viabilidade é necessário pessoas, e para isso o concelho necessita de outras obras primeiro.
É necessário criar novos arruamentos em algumas freguesias e espaços para construção de habitações a custos controlados noutras freguesias, com vista a fixação de novos casais.
É necessário projectar e construir uma sede de Câmara condigna e acessível a todos, desbloqueando o espaço do convento para a construção de uma pousada ou hotel de charme.
É necessário instalações condignas para a pratica de outros desportos que não o futebol (algumas poderiam ter sido projectadas em conjunto com o actual campo de futebol municipal).
É necessário criar um gabinete de apoio ao empreendedor, com vista ao apoio na formação e fixação de empresas são estas que geram riqueza e criam postos de trabalho, fundamentais para a fixação dos jovens).
É necessário que as entidades municipais trabalhem com todas as empresas já existentes no concelho, com vista a criação de uma associação empresarial local.
É necessário criar espaços e actividades para crianças e jovens (como se faz com os idosos).
Sera no futuro complementar o Teatro Municipal e o cargo de Chefe de Gabinete assim como uma Piscina Coberta Municipal e um Pavilhão Multiusos, mas só quando através destas e outras acções , começarmos a ver a população deste concelho a aumentar.
Estas são só algumas ideias e criticas, que podem ser ouvidas, analisadas e depois implementadas ou descartadas, muitas mais existem e deve existir espaço para serem discutidas civilizadamente e com respeito.
Venham as criticas as minhas ideias, sempre acompanhadas de novas ideias.
MRodrigues a 30 de Abril de 2008 às 20:10

Parabéns ao Hernâni Bettencourt. Esteve muito bem na última sessão da assembleia municipal.
A Presidente da Câmara devia ter a humildade de reconhecer que errou ao querer fazer da Câmara uma extensão de âmbito familiar.
Quando nos vemos livres do chefinho?
Anónimo a 4 de Maio de 2008 às 16:24

Mas afinal que disse a inspecção? Já foi revelado o relatório? que me sabem dizer sobre isso?
boca do caneiro a 4 de Maio de 2008 às 22:41

Parece que afinal sempre é preciso estar em presença física na Câmara para poder receber o vencimento por inteiro.
A política anda mal por exclusiva responsabilidade dos titulares dos cargos. Uma vergonha. E tivemos nisto mais de dois anos.

Anónimo a 5 de Maio de 2008 às 09:31

Gostaria de perguntar se alguém me pode explicar o que é um «leito de proa». Sou tradutora e esta expressão apareceu-me num romance de um escritor das Canárias. Acontece que não a encontro em lado nenhum, nem em espanhol nem em português, apesar dos vários dicionários que possuo de termos de marinharia. O único sítio onde a vi foi neste mesmo blog, num post de Artur Xavier a 27 de Janeiro de 2007 às 20.28h, em que diz «um dos homens que, no início das operações, estava sobre o leito de proa era o Récil Silva.» Não haverá uma expressão equivalente que seja mais utilizada? Qualquer explicação será bem vinda. Peço desculpa pela «invasão» e agradeço desde já a vossa disponibilidade. Helena
Helena a 7 de Maio de 2008 às 11:03

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
24
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO