Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

10
Jul 08

Já vai sendo normal a imagem degradada do edifício da Igreja Matriz.

Quem por ali passa, não deixa de interrogar-se:- O que se espera para, pelo menos lavar a cara do imóvel, enquanto não se procede às anunciadas obras de reconstrução, cujo início e projecto a população desconhece?

Em tempos idos, O DEVER abriu uma subscrição para angariação de fundos.

Não se sabe quanto se arrecadou. Também não foi dada explicação sobre o início dos trabalhos.

Que há necessidade de se fazer alguma coisa, ninguém o contesta. Mas, como em tudo, é preciso explicar à população o que se pretende fazer e em que pé estão os projectos e apoios. Só assim haverá a correspondência dos fiéis e lajenses.

Como em 1954, quando uma Comissão ombreou a angariação de materiais: pedra, cimento e madeiras e encetou a recolha de fundos para a conclusão das obras da Matriz, importa que agora, se proceda de igual forma para envolver todos. 

A Matriz é o rosto da nossa Fé.

Precisamos de todos!

Mãos à obra!  

(Propositadamente,não publicamos imagem do edifício da Matriz!)

publicado por sim às 15:32

A Matriz, para além do natural valor simbólico que representa para as últimas gerações, não passa de uma obra desproporcionada desenhada por um leigo em arquitectura; um padre megalómano sonhador. E sobre esta, como muito bem dizia Raul Brandão: “Os sonhos não cabem no mundo”.

Como muitas das igrejas do Pico (veja-se a aberração de S.ta Bárbara), trata-se de um templo desproporcionado. Um neogótico de sétima categoria, sem grande valor conceptual ou patrimonial. Mas temos que levar com ele – e por isso, recupere-se e dignifique-se. Mas desta vez, sem megalomanias…
Anónimo a 14 de Julho de 2008 às 16:20

Eu fui batizada, fiz a minha 1ªcomunhão, Crisma e Matrimónio na Igreja de Santa Bárbara, além disso fui catequista pertenci ao gupo de jovens e quando vivia na paróquia pertencia ao grupo de leitores.
A Igreja de Santa Bárbara é um templo moderno, amplo e funcional, e ao longo dos anos as pessoas da paróquia tem melhorado e investido na sua aparencia e funcionalidade.
Chamar este templo de aberração é no minimo patético. Foi construida com linhas modernas para a altura e reflecte a arquitectura da época em que foi construida.
Que eu saiba e pelas vezes que lá fui à missa, a Igreja estava sempre bem composta a nivel de fieis presentes para a missa dominical e em tempo de festa está sempre cheia.
Além disso os vitrais na capela-mor, colocados há poucos anos são lindos e com muito significado religioso, e pelo que sei existiam planos para no futuro colocar vitrais nas capelas laterais. Um templo é o reflexo dos fieis e do pastor que os conduz e deve estar sempre em evolução e aprefeiçoamento.
Cada paróquia tem uma comissão encarregue da manutenção dos templos pertencentes a essa paróquia e é essa comissão que deve trabalhar com o pároco e tomar a iniciativa para a angariação de fundos com vista à manutenção desses templos. Não é da competência da Camara Municipal ou da Junta de Freguesia fazer esses trabalhos, no máximo estas instituições puderam auxiliar, mas não é da sua responsabilidade logo não tem culpa pelo estado lastimoso da Matriz.
Unam-se os fieis dessa paróquia como o fazem todos os outros nas pequenas freguesias, tenham iniciativas, organizem jantares, aproveitem as festas da paróquia e parem de cramar como se fossem inválidos à espera que os outros façam.
Olhem para o que outras paróquias fazem, e aprendam como se faz, olhem para S. João ou para as Terras, é preciso trabalho, dedicação e força de vontade.
Não é com peditórios no jornal que se motivam as pessoas a participar na restauração dum templo.
Um templo é o reflexo dos fieís que o frequentam e basta olhar para o interior despido e cheio de teias de aranha e morcegos, e para o exterior, meio pintado meio deslavado com a tinta a cair e as teias de aranha nas janelas da Matriz das Lajes , para ver como são os fiéis que frequentam esse templo.
MRodrigues a 16 de Julho de 2008 às 19:43

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO