Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

06
Out 08

Costa Neves no Pico afirmou que os novos barcos que o Governo mandou construir são umas carroças, porque em vez das 19 nós previstas, com as alterações introduzidas, passam a ter velocidades cruzeiro de 14 nós.

Será isto verdade?

A confiar no lider do PSD, só com barcos muito rápicos é possível construir uma ponte marítima num mercado de 40 mil pessoas residentes nas ilhas do Triângulo.

Não deixa, no entanto de ser curioso, comparar as promessas eleitorais do PSD e do PS - praticamente as mesmas e nada de novo.

Obras de construção civil: escolas, portos,e pouco mais.

O curioso é que, enquanto os manifestos eleitorais do PSD de São Miguel são apresentados por concelho, alguns mais pequenos que o Pico, para esta ilha, elenca-se uma série de paredes, de blocos, de janelas e de portas. De um projecto de desenvolvimento, nada se diz. Preocupações sobre o futuro da ilha: novos investimentos em sectores económicos e empresariais, novas tecnologias, novas ideias? NADA. Tudo como há 30 anos.

Um ferry muito rápido, só por si não dá garantias de que "melhor é possível".

 

Melhores propósitos não apresentam os candidatos do PS.

Carlos César que encheu o salão da Ribeira do Meio, destacou a obra feita. No entanto, os compromissos eleitorais dos candidatos socialistas, também não contemplam  novas saídas para o desenvolvimento de que esta ilha tanto carece.

É verdade que no Pico fez-se mais em 12 anos, que nos 20 anteriores. Mas importa ter em conta que esta é a segunda Ilha Maior e que por isso merece um olhar diferente.

Acabe-se com o cuidado maior com as ilhas e cidades ex-capitais de distrito e reconheça-se que "as pessoas devem estar primeiro" que os interesses dos lobbies políticos, económicos e sociais.

De contrário, daqui a quatro anos, mesmo com a vitória do PS, o Pico, continuará fora da miragem da coesão económica que umas ilhas têm por decreto, outras por interesses e a ILHA MAIOR não tem por incapacidade política dos seus representantes.

 

publicado por sim às 17:00

Seráconveniente dizer que a frase "Uma Mão cheia de Nada, Outra de Coisa Nenhuma", é o título de um livro de Irene Lisboa.

Bonita, por sinal.
jose augusto soares a 7 de Outubro de 2008 às 01:41

A expressão de Irene Lisboa tem uma extensão mais negativa do que a utilizada pelo post. Por isso não foi citada entre aspas. Agradeço o remoque de JAS, que revela os seus conhecimentos dos autores portugueses.
sim a 7 de Outubro de 2008 às 16:52

e em relação aos outros partido?

no programa do PPM há algo engraçado, durante todo o documento referem-se aos Açores como arquipélago mas quando chegamos à alínea n) e passo a citar:
n) Natureza – Extraordinária e resplandecente na mais bonita ilha do Mundo(...)

só podem estar a referir-se ao Pico não?!
anonimo a 8 de Outubro de 2008 às 00:44

Há mais de d 12 anos existem, o Aeroporto do Pico, o Porto de S.Roque, o Porto da Madalena.
E sem os milhoes que recebemos da UE.
....é verdade o abrigo do porto das Lajes e a sua marina. Não acham que, para quem tem recebido a
tanto dinheiro as obras tem sido tão poucas?
Vejam as scuts que se fizeram e que nós pagamos sem delas usufruirmos.
Vamos ser razoaveis e que atite a primeira pedra...
.

Lajense longe a 13 de Outubro de 2008 às 19:58

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO