Vila Primeira da Ilha do Pico. Vila baleeira dos Açores. Mar e Terra cruzam-se numa História de 500 anos.

08
Mai 09

Foram hoje conhecidas as zonas balneares que este ano vão hastear a bandeira azul.

No Pico e no nosso concelho, este conhecido e importante galardão, considerado em todo o mundo civilizado, símbolo de qualidade das águas e da existência de instalações adequadas ao bem-estar dos utentes é simplesmente IGNORADO.

Não há nenhuma zona balnear picoense classificada, entre as 28 de cinco ilhas do arquipélago.  

Numa ilha e num concelho, em que as actividades económicas ligadas aos recursos marinhos são, e sempre foram emblemáticas, não se admite que não haja, mais uma vez, a BANDEIRA AZUL EM NENHUMA ZONA BALNEAR.

Nem na nova piscina das Ribeiras!?...

O desleixo e a incompetência pagam-se caro.

Se não aproveitarmos estes galardões internacionais, não somos conhecidos e ficamos para trás.

E depois não nos queixemos dos outros porque aqui não se faz nada!...

publicado por sim às 16:46

Quando de facto se possui recursos naturais como os nossos, algo não está bem no aproveitamento do que a natureza nos proporciona.
O concelho das Lajes têm uma extensão de costa e respectivas zonas balneares das maiores dos Açores:
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Quando de facto se possui recursos naturais como os nossos, algo não está bem no aproveitamento do que a natureza nos proporciona. <BR>O concelho das Lajes têm uma extensão de costa e respectivas zonas balneares das maiores dos Açores: <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Porteco</A> e Poças da Baixa da Ribeirinha; Calhau; Manhenha (Poças zona envolvente ao polidesportivo); Calheta Portito da Feteira, Poça das Mujas); Ribeiras (Piscina Municipal; Zona balnear das Pontes; Lajes (Maré, Ribeira do Meio; Fonte); São joão (Ariinhas, etc...). <BR>Todas estas zonas balneares estão criadas por natureza, basta alguma requalificação das áreas envolventes e concerteza teremos zonas balneares excepcionais. Não se entende o porquê da autarquia Lajense, passados alguns anos nada ou pouco fazer para rentabilizar os seus recursos naturais. Será que continuaremos a não reconhecer o nosso pontencial e o que poderemos oferecer de melhor a quem nos visita? Será que não temos o direito de usufruir uma melhor qualidade de zonas balneares?
Banhista a 9 de Maio de 2009 às 00:55

Afinal é no Pico que tudo isto se passa e não só no concelho das Lajes.
As piscinas de S.Roque, as da Madalena e as das Ribeiras, não teem bandeira Azul?
Algo estranho para uma ilha que não tem aguas poluidas.
Quem propõe e quem aprova. Não são os senhores do ambiente? Quem esclarece?
anonimo a 9 de Maio de 2009 às 13:38

Se consultar este endereço: http://www.abae.pt/programa/BA/zonas_balneares/criterios.php
pode ler, em detalhe, as regras que presidem à atribuição deste galardão, a que se candidatam as entidades públicas que podem cumprir esses critérios: autarquias e governos.

Fica aqui um excerto do texto:
A Bandeira Azul é um símbolo de qualidade ambiental atribuído anualmente às praias e marinas que se candidatam e que cumpram um conjunto de critérios. Para as praias são considerados 29 critérios, dos quais, 23 são imperativos e abrangem quatro capítulos:

* Qualidade da Água;
* Informação e Educação Ambiental;
* Gestão Ambiental e Equipamentos;
* Segurança e Serviços.
sim a 9 de Maio de 2009 às 17:03

Ao Sim, os meus agradecimentos
anonimo a 10 de Maio de 2009 às 17:22

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO